Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Acordo para implantação de cooperativa de reciclagem no presídio começa a ganhar forma

Acordo para implantação de cooperativa de reciclagem no presídio começa a ganhar forma

Publicado em 19/07/2019.
Direção do Sanep concordou com proposta da Frente Parlamentar Mista da Segurança e deu sinal verde para o planejamento do projeto
Acordo para implantação de cooperativa de reciclagem no presídio começa a ganhar forma

Foto: Assessoria vereador

Uma reunião realizada na tarde desta quinta-feira entre o diretor-presidente do Sanep, Alexandre Garcia e os representantes da Frente Parlamentar Mista da Segurança Pública da Câmara de Vereadores, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) e o professor Luiz Antônio Bogo Chies da Universidade Católica de Pelotas começou a dar forma ao projeto que pretende estabelecer uma cooperativa de reciclagem de lixo dentro do Presídio Regional de Pelotas (PRP). A ideia foi aprovada por Garcia que garantiu sinal verde para a elaboração de um plano de viabilidade do projeto. “A ideia me agrada, acho possível viabilizar o projeto e creio que as dificuldades técnicas são facilmente superadas, mas precisamos fazer um estudo detalhado sobre como as coisas funcionarão para poder ter certeza disso”, disse Garcia.

O vereador Marcola que preside da Frente Parlamentar Mista defende a implantação da cooperativa como forma de criar uma nova alternativa de ressocialização para os apenados, ao mesmo tempo em que se investe na solução de um problema ambiental grave que é a destinação do lixo não orgânico. “Quando terminarem de cumprir suas penas aquelas pessoas retornarão à comunidade e é nossa responsabilidade criar condições para que voltem recuperadas ao invés de retornarem ao crime”, pondera.

Por outro lado o vereador argumenta que a partir da ampliação da coleta seletiva o Sanep assumiu sua preocupação com a destinação correta dos resíduos não orgânicos e a partir disso não pode ignorar os resíduos gerados pela população de mais de mil pessoas que vive no PRP.

PRÉ-PROJETO – Conforme o professor Chies que integra o Conselho Comunitário Prisional já há dentro da penitenciária um embrião do projeto. Atualmente os presos coletam e separam o lixo reciclável de maneira improvisada e entregam para cooperativas encarregadas da reciclagem.  O que se pretende com a parceria a ser firmada com o Sanep é organizar e melhorar as condições de coleta, armazenamento e separação destes resíduos, bem como definir qual sua melhor destinação e de que forma os apenados poderiam se beneficiar desse trabalho para remissão de suas penas. “A ideia é que o Sanep nos ajude a melhorar isso possibilitando a aquisição de materiais para coleta e armazenagem deste lixo limpo e nos auxiliando na melhor destinação”, comenta.

Uma nova reunião deverá ser realizada em agosto com a participação de técnicos do Sanep especialistas em reciclagem. Até lá, os representantes da Frente Parlamentar Mista deverão elaborar uma proposta de funcionamento do projeto para ser debatida e analisada. 

Texto: Assessoria de Imprensa - vereador Marcos Ferreira (PT)

Redes sociais

Facebook  Twitter  Youtube  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

TV Câmara

Atendimento ao Cidadão

Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

Leis e Processo Legislativo

Licitacon