Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Problemas com pescadores serão alvos de reuniões temáticas

Problemas com pescadores serão alvos de reuniões temáticas

Publicado em 30/03/2021.
Representantes de entidade denunciaram abusos em fiscalizações ambientais e exclusão das feiras livres
Problemas com pescadores serão alvos de reuniões temáticas

Pescadores e vereadores discutiram problemas com a fiscalização (Foto: Volmer Perez)

A Câmara Municipal deve começar a realizar na próxima semana uma série de reuniões temáticas para esclarecer, discutir e buscar soluções para uma série de problemas e denúncias apresentadas por pescadores associados a Colônia de Pescadores e Aquicultores Artesanais e Profissionais de Pelotas (Copapapel) durante reunião extraordinária realizada nessa terça-feira a pedido do vereador Paulo Coitinho (Cidadania).

 Aos vereadores os pescadores apresentaram relatos de abordagens violentas feitas por equipes do Ibama e Polícia Ambiental, excessos em ações de fiscalização de transporte e comercialização de pescado, além de exclusão dos associados das feiras livres promovidas pela Prefeitura na Semana Santa.

O vice-presidente da Copapapel, Sérgio Luiz de Andrade esclarece que, atualmente, os 500 sócios da entidade trabalham ilegalmente nas safras do camarão e da tainha – abertas no início de fevereiro – pois não tiveram o licenciamento ambiental liberado pelo Fórum da Lagoa dos Patos, órgão que faz a gestão coletiva da pesca no estuário da Lagoa dos Patos.

“Até o ano passado quem fornecia as licenças era o Ibama, mas nesse ano essa atribuição foi repassada ao Fórum que não reconhece nossa entidade como representação dos pescadores e isso gerou todo esse problema que prejudica nossos pescadores”, explica.

Por não terem a licença para atuar na pesca do camarão e da tainha os pescadores da Copapapel dizem ser vítimas de abordagens constantes por parte dos órgãos fiscalizadores, ações que conforme os relatos ficam a cada dia mais violentas e de apreensões que consideram injustas.

“O período da Semana Santa é quando mais se vende pescado e a região está em uma super safra de verão e, no meio disso, surgem esses relatos de intransigência, por isso vamos trazer as partes envolvidas até a Câmara para buscar explicações para entender o que está havendo e, a partir daí trabalhar para buscar soluções”, afirma o vereador Coitinho.

ENCAMINHAMENTOS

Os vereadores participantes da reunião concordaram em realizar os encontros com órgãos fiscalizadores e gestores da pesca, dentro da Comissão de Agricultura – que de ser rebatizada para Agricultura e Pesca já nas próximas semanas – a partir da próxima semana. A agenda das reuniões ainda não foi definida.

Participaram do encontro com os pescadores, os vereadores: Paulo Coitinho (Cidadania), Cristiano Silva (PSDB), Jair Bonow (PP), Michel Promove (PP), Paulo do Sítio (PSDB), Cesinha (PSB), Reinaldo Belezinha (PSD), Carlos Júnior (PSD), Márcio Santos (PSDB) e Marcos Ferreira, Marcola (PTB).

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Pelotas

Redes sociais

Facebook  Twitter  Youtube  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

TV Câmara

Atendimento ao Cidadão

Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

Leis e Processo Legislativo

Licitacon