Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / FabrÍcio Tavares destaca aumento de doações em Pelotas após a campanha “Valores que Ficam

FabrÍcio Tavares destaca aumento de doações em Pelotas após a campanha “Valores que Ficam

Publicado em 14/05/2019.
Câmara de Pelotas fez parte da campanha
FabrÍcio Tavares destaca aumento de doações em Pelotas após a campanha “Valores que Ficam

Foto: Assessoria Câmara - Lenise Slawski

O presidente da Câmara Municipal de Pelotas, vereador Fabrício Tavares (PSD), destacou em seu pronunciamento na tribuna do legislativo, nesta terça-feira, o sucesso da Campanha “Valores Que Ficam'”. A campanha foi lançada pela Assembleia Legislativa do RS e teve adesão local da Câmara de Vereadores, Delegacia da Receita Federal, Sindicato dos Contabilistas de Pelotas e Federação dos Contabilistas do RS.

Conforme dados da Delegacia da Receita Federal de Pelotas com a estrutura organizacional composta por mais duas inspetorias: IRF/Bagé e IRF/Jaguarão e por duas Agências, a ARF/Camaquã e ARF/São Lourenço do Sul, que superam 30 municípios. Fabrício Tavares salientou o aumento das doações ao Funcriança que passaram de R$ 385.435,00 reais em 2018 para R$ 718.938,00 neste ano de 2019.

Mas o mais importante, relatado por Tavares na tribuna do legislativo, foi a iniciativa conjunta das entidades citadas, que proporcionou um aumento de 86,50% em doações através do Imposto de Renda. Somente em Pelotas a elevação do volume de doações subiu de R$170 mil para R$ 342 mil, num incremento de mais de 46%. “Esse aumento é fruto de um trabalho conjunto de conscientização das entidades envolvidas como a Delegacia da Receita Federal na pessoa da delegada Adriane Cismoski da Silva, da Federação através do delegado Luiz Roberto Ávila e do Sindicato dos Contabilistas, com a presidente Maria Rosania Santana Almeida. É importante salientar que quem ganha com as doações é o Fundo da Criança e do Adolescente, que com esses recursos podem viabilizar projetos que estão esperando recursos”, salientou Fabrício.

Neste primeiro momento, que durou até 30 de abril, data que era limite para a entrega das declarações do IR à Receita Federal, a ação do poder legislativo local e das entidades focou nas doações ao Funcriança, em consonância com o que prevê a legislação. A partir de 30 de abril, num segundo momento, a ideia é que se propague esclarecimentos à sociedade sobre como fazer doações até o final de 2019.

 

Texto: Assessoria de Imprensa Vereador Fabrício Tavares 

Redes sociais

Facebook  Twitter  Youtube  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

TV Câmara

Atendimento ao Cidadão

Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

Leis e Processo Legislativo

Licitacon