Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias

Notícias

Publicado em 10/07/2019.
Banco de notícias desta Casa Legislativa.

Confirmado concurso para escolha da Corte LGBT do carnaval de Pelotas

Publicado em 29/10/2019.
Produtora encarregada do evento decidiu realizar o concurso no dia 9 de fevereiro
Confirmado concurso para escolha da Corte LGBT do carnaval de Pelotas

Foto: Assessoria do Vereador

Pelotas voltará a ter uma corte da comunidade LGBT no Carnaval 2020. A decisão foi anunciada ontem durante reunião entre representantes da comunidade LGBT, Câmara Municipal, Secretaria de Cultura e Coordenação Estadual da Diversidade. Desde a semana passada representantes de grupos LGBT's estão empenhados em garantir a volta da Corte Gay à festa de rua.

"Lutamos muito pela unificação das cortes, pois vivemos o Carnaval e agora a garantia de que estamos novamente incluídos nas festividades oficiais surge como uma vitória", disse Camilla Duarte, Rainha LGBT em 2009 e 2011 e atual Miss RS.

Para o presidente da Comissão de Cultura da Câmara, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) a decisão mostra a força da comunidade LGBT da cidade. "O Carnaval é a festa do povo, das comunidades e todas as representações da sociedade. Seria impossível pensar na festa sem diversidade de gêneros e a Corte LGBT tem como objetivo dar evidência a essa participação", disse.

DETALHES - Inicialmente marcado para o dia 9/2/2020 o concurso e todos seus detalhes (regulamento, organização, jurados, etc) começam a ser discutidos na próxima segunda-feira em reunião da Comissão de Cultura da Câmara com a participação de todos os interessados. A ideia inicial é garantir uma ampla participação da comunidade e divulgação do evento.

 

Texto: Assessoria de Imprensa Vereador Marcos Ferreira PT

Vereadora Daiane Dias promove Audiência Pública sobre câncer de mama

Publicado em 28/10/2019.
O encontro fez parte das ações alusivas ao Outubro Rosa
Vereadora Daiane Dias promove Audiência Pública sobre câncer de mama

Foto: Assessoria da Câmara - Lenise Slawski

 Ocorreu na manhã desta sexta-feira (25), no plenário da Câmara Municipal, a Audiência Pública: Câncer de mama, tratamento e desafios. O encontro fez parte das ações alusivas ao Outubro Rosa e teve como objetivo chamar a atenção da população para a necessidade do diagnóstico precoce e tratamento correto da doença.

 Compuseram a mesa, além da vereadora Daiane Dias, proponente da audiência, a secretária de governo, Clotilde Victória; o coordenador da AAPECAN Metade Sul, Fabiano Gerbaudo; a usuária da AAPECAN, Tânia Lima; a aluna da UFPEL, representando o projeto Barraca da Saúde, Raillane Marques; a professora do curso de Terapia Ocupacional da UFPel, Zayanna Lindôso; a chefe da divisão médica do Hospital Escola da UFPEL, Carolina Ziebell e as médicas oncologistas do HE, Alessandra Notari e Sílvia Saueressig.

  O encontro teve sua abertura com depoimento da dona Zara, paciente oncológica desde 2002 e que hoje aguarda os resultados dos exames, podendo enfrentar o câncer pela terceira vez. A história da dona Zara é um exemplo de como é importante falar sobre o câncer e informar as pessoas a respeito da prevenção, pois graças ao autoexame ela pode procurar tratamento ainda no estágio inicial da doença. 

 A busca por ajuda tem sido um dos grandes problemas no nosso município, ainda mais por se tratar de uma região com altos índices da doença, se comparada a outras áreas do país. Esse e outros pontos foram abordados durante a apresentação das médicas oncologistas do Hospital Escola da UFPel.

 Entre os encaminhamentos finais da reunião estão o pedido de informações à prefeitura para esclarecer o número de mulheres que aguardam ultrassom de mama sem ter o exame de mamografia; a cobrança da discussão sobre a atualização da tabela SUS, assim como o debate em cima do atual Pacto Federativo, para que os municípios possam ter maior autonomia financeira para atender a população. Por fim foi proposta, pela vereadora, uma reunião pública, juntamente com a secretária municipal de saúde, Roberta Paganini, para tratar exclusivamente da oncologia em Pelotas, abordando a dificuldade de acesso aos médicos especialistas em mastologia, oncologia e também da realização de exames. 

Comunidade LGBT pede volta da Corte Gay do carnaval

Publicado em 24/10/2019.
Comissão de Cultura da Câmara de Vereadores dará início a uma mobilização para garantir participação da corte que não participa da festa desde 2016.
Comunidade LGBT pede volta da Corte Gay do carnaval

Foto: Assessoria Vereador

  Representantes da comunidade LGBT deram início esta semana a uma mobilização em defesa do retorno do concurso e da participação da Corte Gay no Carnaval de Pelotas. O movimento contra o preconceito de gênero e em defesa da representação de toda comunidade na festa, passou a contar com o apoio da Comissão de Cultura da Câmara Municipal.

 Nesta quinta-feira os integrantes da comissão receberam as três últimas rainhas para discutir os motivos da não inclusão da corte na divulgação e realização do Carnaval de Pelotas desde 2016. “Tanto o concurso para escolher as soberanas como a participação na festa era coordenada pela Associação LGBT e quando a associação deixou de existir a corte deixou de participar, pois não houve interesse dos organizadores do carnaval em assumir a organização do concurso e tudo o mais”, explica Camilla Duarte, rainha em 2009 e 2011.

 Este ano o carnaval de Pelotas é organizado por uma produtora particular e, mais uma vez, a participação da Corte Gay não foi planejada, porém a escolha da corte adulta e mirim está marcada para o dia 9 de novembro. “Se vão montar uma corte mirim e outra adulta porque não se pode ter a volta da corte gay?”, questiona Sawannah Guimarães, última rainha gay da cidade, eleita em 2015.

 O presidente da Comissão de Cultura, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) declarou apoio à iniciativa e agendou para a próxima segunda-feira (28) uma reunião na Secretaria Municipal de Cultura para tratar do assunto. “A Comissão irá cumprir seu papel de mediadora nessa discussão junto a Prefeitura e a empresa organizadora, pois defendemos a participação da Corte Gay no Carnaval 2020 por se tratar de uma questão tradicional da cidade e que tem grande contribuição na luta contra o preconceito de gênero”, argumentou.

PROPOSTA – Entendendo não haver tempo hábil para promoção e realização de um concurso para escolha das soberanas LGBT da festa, os organizadores da mobilização propõem que a corte 2020 seja integrada por Camilla Duarte (2009/2011), Mickaela de Oliveira (2013) e Sawannah Guimarães (2016) por terem sido aquelas que obtiveram destaque em outros concursos semelhantes realizados fora de Pelotas e, também, por seu engajamento no movimento LGBT local.

 “Todos os custos com as fantasias correm por nossa conta, não precisamos de ajuda financeira, queremos participar porque lutamos muito para esta corte existir e estamos recomeçando esta luta porque vivemos o carnaval”, comenta Mickaela. 

Saúde não tem dinheiro para aumentar leitos de apoio ao PS

Publicado em 23/10/2019.
Secretária Roberta Paganini admitiu que número de leitos de retaguarda não pode ser aumentado atualmente
Saúde não tem dinheiro para aumentar leitos de apoio ao PS

Foto: Assessoria da Câmara - Lenise Slawski

  O aumento do número de leitos de retaguarda ao Pronto Socorro Municipal (PS), que é um dos principais motivos de reclamação e preocupação dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Pelotas, não tem solução em curto prazo. Nesta quarta-feira (23) a secretária de Saúde, Roberta Paganini Ribeiro, declarou na Câmara Municipal que a Prefeitura não tem dinheiro para comprar novos leitos e, assim, acelerar o encaminhamento dos pacientes internados no PS.

 “O município não tem recursos para comprar leitos, se fizer isso não vamos pagar os custos da UPA ou das unidades básicas”, disse durante reunião pública promovida pela Comissão de Saúde. Conforme a secretária, as alternativas para melhorar a situação do Pronto Socorro passam por uma série de mudanças que incluem alterações no sistema de acolhimento dos postos de saúde e na forma de atendimento das UBAI’s Navegantes e Lindoia, entre outros pontos, que estão sendo analisados por um grupo de trabalho formado para estudar melhorias na rede de urgência e emergência. “Hoje temos definidos como pontos de urgência e emergência um PS, o SAMU e a UPA, mas e as UBAIS? Temos que pensar sobre a finalidade delas. Eu penso que devem estar na rede de urgência e emergência, mas quem vai me dizer isso é este grupo técnico”. Roberta Paganini Ribeiro não revelou qual o prazo final para a entrega do relatório elaborado por este grupo.

OUTROS TEMAS – Durante mais de duas horas a secretária respondeu à questionamentos dos vereadores e da comunidade presente na Câmara sobre temas como a demora em exames laboratoriais e de consultas oncológicas, falta de vacinas nos postos, atendimentos  nos postos da zona rural e atendimentos de saúde mental.

 Sobre a oncologia a secretária apontou que as consultas estão aumentando após uma renegociação com a Santa Casa e que os exames solicitados dependem da capacidade dos prestadores de serviços como o Hospital Escola e a Santa Casa. “Vamos ver o que está acontecendo junto com os prestadores, pois faz parte da linha de cuidado ofertada pelo prestadores e não há como ofertar apenas uma parte. Vamos verificar as causas da demora”, disse.

    A secretária negou a falta de vacinas na rede, anunciou a realização de estudo para acabar com as fichas para atendimento nos postos da zona rural e para qualificar a oferta de atendimentos em saúde mental.

 O presidente da Comissão de Saúde da Câmara, Marcos Ferreira, o Marcola (PT) avaliou como positiva a reunião. “A secretária não fugiu das perguntas e apresentou informações que mostram que uma nova linha de trabalho está sendo implantada na Secretaria Municipal de Saúde e, num primeiro momento, nos parece que algumas soluções propostas podem funcionar. Agora nos resta seguir acompanhando e fiscalizando as ações e no próximo mês voltaremos a convidar a secretária para retornar na comissão para apresentar a evolução de seus projetos e propostas”, disse Marcola. 

Comissão de Saúde volta a receber secretária municipal

Publicado em 22/10/2019.
Após o prazo solicitado para reunir respostas aos questionamentos dos vereadores, Roberta Paganini retorna à Câmara
Comissão de Saúde volta a receber secretária municipal

Foto: Assessoria da Câmara - Lenise Slawski

  A Comissão de Saúde da Câmara Municipal recebe nesta quarta-feira (22) a secretária municipal da área, Roberta Paganini, que retorna ao Legislativo para apresentar respostas aos questionamentos feitos na reunião pública que ocorreu há duas semanas. Entre as questões a serem respondidas estão: como resolver a falta de médicos nos postos, como desafogar o Pronto Socorro, quais alternativas para melhorar o atendimento de moradores de áreas como Sítio Floresta e Parque Harmonia e o como fazer andar a fila de espera por consultas com especialistas. A reunião está marcada para as 10h30min.

  “Da primeira vez que compareceu à Câmara a secretária pediu tempo para reunir as informações necessárias para responder aos vereadores e este prazo foi concedido, agora queremos saber como ela planeja solucionar ou amenizar problemas graves do Sistema Único de Saúde em Pelotas, pois as queixas são muitas e a população precisa de respostas urgentes”, comenta o presidente da Comissão de Saúde, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT).

  No início desta semana, Marcola realizou uma vistoria surpresa no Pronto Socorro após receber queixas de usuários. Durante a visita, constatou que 46 pessoas estavam internadas no local. O número é considerado razoável pela direção da instituição, porém foi constatada demora na liberação de leitos nos hospitais. Conforme dados apresentados pela diretora, Suelen Arduin, nos últimos 30 dias a Santa Casa ofertou apenas 49 leitos, o que perfaz uma média inferior a dois leitos por dia.

 Para o presidente da Comissão de Saúde a situação não parece adequada, uma vez que a direção do hospital revelou ter reaberto 21 leitos que estavam fechados por causa da crise financeira. “Alguém precisa explicar o que está havendo, pois se aumentou o total de leitos disponíveis como a oferta ainda é tão restrita? Iremos questionar a secretária sobre isso para saber onde reside o problema”, declara.

Vereador participa de conferência da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 22/10/2019.
Evento reúne lideranças da IEQ de todo o Rio Grande do Sul em Porto Alegre
Vereador participa de conferência da Igreja do Evangelho Quadrangular

Foto Assessoria Vereador

  Até esta sexta-feira (26), membros da Igreja do Evangelho Quadrangular de várias cidades gaúchas participam da Convenção Estadual da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ), em Porto Alegre. O evento, realizado em duas etapas, deve reunir cerca de três mil pessoas na sede estadual da igreja, localizada no bairro Navegantes. O vereador Enéias Clarindo (PSDB), membro da Igreja Quadrangular em Pelotas, IEQ Tamandaré, participa do evento como convidado.

   O encontro é realizado todos os anos e é considerado uma convocação feita pela igreja aos ministros, aspirantes, secretários e diretores das IEQs em todo o Estado. Durante a convenção são tratadas questões administrativas, além de, principalmente, fortalecer a  vida espiritual das pessoas que são líderes locais do ministério Quadrangular. Para o vereador Enéias Clarindo, o evento é importante para o “renovo espiritual e despertar o ânimo de novas almas, além de rever amigos do ministério e receber novas metas e estratégias por parte da liderança da igreja no Estado”. 

 Na noite da última segunda-feira (21), a abertura oficial  da Quadragésima Quinta Convenção da IEQ-RS foi marcada pela presença do governador do Estado, Eduardo Leite, e do secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian. Durante discurso, Leite emocionou os participantes do encontro ao pedir que “orassem” pelo governo estadual. “Para que Deus nos ilumine, para trilharmos o melhor caminho. Não é tarefa fácil governar o Estado do Rio Grande do Sul”, disse o Eduardo Leite. Logo em seguida o pedido foi atendido e junto com deputado estadual Airton Lima (PL) e o presidente da IEQ-RS, reverendo Solon Soares, foi realizada a oração. 

NOTA DE PESAR

Publicado em 22/10/2019.
É com o sentimento de pesar que a Câmara Municipal de Pelotas informa o falecimento do Ex Vereador Tufy Salomão
NOTA DE PESAR

Imagem da internet

É com o sentimento de pesar que a Câmara Municipal de Pelotas informa o falecimento de Tufy Salomão. O velório acontece na Angelus Pax , Capela 3 e o sepultamento está marcado para as 17h no Cemitério São Francisco de Paula, no Fragata.

Tufy foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Pelotas no ano de de 1981. Também foi deputado estadual. Iniciou sua carreira no rádio em 5 de janeiro de 1951, na Rádio Cultura de Pelotas, permanecendo naquela emissora por 41 anos. Em 1º de janeiro de 1992 ingressou na Rádio Tupanci.

Neste momento de dor, nos solidarizamos com seus familiares ratificando nosso voto de pesar pela grande perda e agradecimentos à dedicação e trabalho prestado ao nosso município.

 

Fabrício Tavares – Presidente da Câmara Municipal de Pelotas

Eder Blank vistoria problemas de drenagem

Publicado em 21/10/2019.
Parlamentar foi conferir situação do loteamento Toussant
Eder Blank  vistoria problemas de drenagem

Foto: Assessoria do vereador

Na manhã de sexta-feira  (18),  o  vereador Eder Blank (PDT), esteve fazendo algumas visitas e fiscalizando algumas ruas do município. Dentre elas, o pedetista  esteve nas ruas 18 e 19 do loteamento Toussant e na rua Alfredo Simon na Santa Terezinha. Segundo Eder, ambas estão intransitáveis e gerando diversos transtornos para os moradores e pessoas que passam pelo local.

“É importante todo o empenho que estamos tendo para resolução destas demandas, é visível à necessidade de cascalhamento. Para isso, não mediremos esforços para solucionar esses problemas. Portanto, seguiremos cobrando providências do Poder Executivo.” Destacou Eder.

Texto: Assessoria do vereador Eder Blank (PDT)


 

Fabrício representa câmara no lançamento do 'Marco Zero'

Publicado em 18/10/2019.
Programa Inova RS, aconteceu em Pelotas, no Parque Tecnológico
Fabrício representa câmara no lançamento do 'Marco Zero'

Assessoria do vereador

O presidente da Câmara Municipal de Pelotas, vereador Fabrício Tavares-PSD, representou o legislativo municipal no lançamento do Marco Zero, do programa Inova RS, que aconteceu aqui em Pelotas, no Parque Tecnológico, nesta quinta-feira, 17. O evento, que contou com a presença do governador Eduardo Leite, é uma continuidade do plano de expansão do programa lançado em agosto, que tem como objetivo incluir o RS no mapa global da inovação.

Fabrício Tavares salienta a importância do evento tecnológico para Pelotas: ' - O Marco Zero é o momento de articulação entre sociedade, governo, empresas e universidades da região, que são os componentes da chamada “hélice da inovação”. A partir do encontro e da organização dessas esferas são formados os comitês técnicos e estratégicos que mapeiam as vocações empreendedoras do local e elaboram soluções para o seu fortalecimento por meio de projetos de inovação', destaca o vereador.

Até o momento, o Marco Zero já foi lançado nas regiões Central (Santa Maria), Produção e Norte (Passo Fundo), dos Vales (Lajeado), Serra e Hortênsias (Caxias do Sul), Região Metropolitana e Litoral Norte (Porto Alegre) e, agora, Sul (Pelotas). Em novembro, será a vez das regiões Noroeste e Missões e Fronteira Oeste e Campanha.

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Fabrício Tavares PSD

Câmara de vereadores prestigia feira da construção

Publicado em 18/10/2019.
O vereador Fabrício Tavares-PSD participou da abertura de mais uma edição da Feira de Negócios da Construção
Câmara de vereadores prestigia feira da construção

Assessoria do vereador

O vereador Fabrício Tavares-PSD, presidente da Câmara Municipal de Pelotas participou na noite desta quinta-feira, 17, da abertura de mais uma edição da Feira de Negócios da Construção – FNC, no Parque do SESI. O evento que reúne construtoras, representantes de materiais de construção, imobiliárias, indústrias e instituições financeiras se estende até sábado, 19. A FNC 2019 conta com 40 expositores e deve receber cerca de 15 mil visitantes até o seu encerramento, projetam os organizadores.

O vereador Fabrício Tavares salientou a importância do segmento para a economia de Pelotas, sendo um dos principais geradores de emprego em toda a região. A Feira de Negócios da Construção é promovida pelo Sindicato da Indústria da Construção e Mobiliário (Sinduscon) de Pelotas e Região e pela Associação dos Representantes Comerciais de Materiais de Construção da Região Sul (Arecomsul) e tem como finalidade impulsionar e fomentar novos negócios no município, entre indústrias e compradores, além de apresentar novos produtos e tecnologias.

O presidente do Sinduscon, Fabrício Iribarrem (na foto ao lado de Fabrício Tavares) salientou a relevância da integração das cadeias produtivas em um mesmo local. Interessados em conhecer a Feira podem fazer o credenciamento pelo site do Sinduscon, com entrada gratuita. Nesta sexta (19), funciona das 14h às 22h e, no sábado, das 9h às 22h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (53) 2123-8090. A prefeita Paula Mascarenhas e o secretário de Qualidade Ambiental, Felipe Perez de Garcia Fernandez, acompanharam o evento nesta quinta.

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Fabrício Tavares PSD

Rótula da Santa Clara com 25 de Julho ganha projeto técnico

Publicado em 18/10/2019.
Técnicos da SMTT começam a preparar desenho da obra pedida pela comunidade
Rótula da Santa Clara com 25 de Julho ganha projeto técnico

Assessoria do vereador

A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) começa na próxima semana os levantamentos preliminares necessários para a elaboração do projeto técnico de construção de uma rótula no cruzamento da rua Santa Clara com a avenida 25 de Julho, na Zona Norte da cidade. A informação foi confirmada pelo secretário Flávio Al Alam durante reunião com o vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) que atua como interlocutor da comunidade junto à Prefeitura.

No encontro realizado esta semana o vereador entregou ao secretário um abaixo-assinado com aproximadamente cem assinaturas de comerciantes, moradores e trabalhadores das redondezas do cruzamento pedindo a construção da rótula. “A dificuldade em fazer a conversão à esquerda neste ponto gera risco para quem passa por aquele ponto e justifica o investimento”, argumenta Marcola.

O secretário Al Alam confirmou a necessidade de uma intervenção no local e garantiu que já nesta semana será feito um levantamento das dimensões do cruzamento e do espaço existente para a construção da rótula. “Vamos fazer essa medição e encaminhar para realização do desenho e do projeto técnico”, disse. A realização do projeto é o primeiro passo antes da obra poder ser feita.


Texto: Assessoria de Imprensa do vereador Marcos Ferreira PT

SMED divulga datas para matrículas no ensino infantil

Publicado em 18/10/2019.
O calendário conta com período específico para inscrições com base na lei de autoria da vereadora Daiane Dias que garante 10% de vagas para filhos de mulheres vítimas de violência doméstica
SMED divulga datas para matrículas no ensino infantil

Assessoria da vereadora

Foram disponibilizadas as datas para matrículas na rede municipal de ensino infantil para crianças de zero à três anos de idade. O cronograma inclui período diferenciado para inscrições de alunos através da Lei 6.695, de autoria da vereadora Daiane Dias, que garante 10% de vaga para os filhos de mulheres vítimas de violência doméstica. Para a vereadora essa lei é de extrema importância para que as mães possam se empoderar, tendo a chance de buscar ou manter sua autonomia financeira com a confiança de terem seus filhos em boas mãos.

Quem busca as vagas abrangidas pela lei deve se encaminhar até a Secretaria de Educação e Desporto do dia 1º até o dia 8 de novembro. Em todos outros casos as inscrições devem ocorrer diretamente nas escolas pretendidas, sendo rematrículas a partir do dia 21 até o dia 31 de outubro e inscrição de alunos novos no período de 2 à 13 de dezembro. O período de transferência entre EMEIs é de 11 à 22 de novembro.

 

Texto: Assessoria de Imprensa da Vereadora Daiane Dias PSB

Câmara debate violência política de gênero em audiência pública

Publicado em 17/10/2019.
Com uma grande maioria de mulheres no Plenário e a mesa composta por representantes de diversos coletivos, partidos e sindicatos, foram apresentadas com profundidade as questões que envolvem essa violência
Câmara debate violência política de gênero em audiência pública

Volmer Perez

Na última terça-feira (15), aconteceu a Audiência Pública promovida pelo mandato do PSOL que debateu a Violência Política de Gênero, que é a violência que se caracteriza por inúmeras atitudes de cunho machistas direcionadas à mulheres que atuam nos espaços políticos institucionais e fora deles, candidatas a cargos eletivos e também as já eleitas, lideranças sindicais e de bairros, configurando-se em mais uma barreira que mantém as mulheres fora dos espaços de poder e decisão.

Com uma grande maioria de mulheres no Plenário e a mesa composta por representantes de diversos coletivos, partidos e sindicatos, foram apresentadas com profundidade as questões que envolvem essa violência, ainda pouco debatida na sociedade brasileira. Para além da baixa representação feminina nas instâncias de poder e da violência sexista que as mulheres sofrem em todos os espaços, são exemplos de violência política de gênero o silenciamento da voz pública das mulheres, a sistemática interrupção quando estão com a fala, ataques pessoais sobre sua imagem e a estereotipização das mulheres como cuidadoras, sensíveis e delicadas. Já quando as mulheres de esquerda ocupam os espaços políticos com uma postura feminista e antirracista de enfrentamento ao sistema capitalista, são apontadas como histéricas, bruxas ou loucas.

A Audiência reforçou a importância de falar mais sobre o tema, para que se possa identificar essas violências que atingem de diferentes formas as mulheres trabalhadoras, as mulheres negras, as mulheres jovens e idosas, afim de combatê-la. Também foi ressaltada a necessidade de reconhecer as mulheres aliadas na construção das lutas e que a representatividade vazia, que não contempla as pautas da classe trabalhadora, não garante o avanço coletivo das mulheres na luta por direitos e pelo fim do machismo, do racismo e das demais opressões e violências que estão submetidas.

O mandato do PSOL agradece a presença de todas e todos que estiveram junto tecendo reflexões necessárias e construindo estratégias para a superação da violência política de gênero e para a emancipação de todas as mulheres. Nenhum passo atrás!

 

Texto: Assessoria Parlamentar da Vereadora Fernanda Miranda PSOL

Câmara quer saber o valor da conta de luz do município

Publicado em 16/10/2019.
Pedido de informações pede detalhamento das dívidas da Prefeitura com a CEEE, gastos e investimentos com iluminação pública
Câmara quer saber o valor da conta de luz do município

Lenise Slawski

Diante da possibilidade da prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) encaminhar em breve para a Câmara Municipal a proposta de criação de uma taxa sobre a iluminação pública vereadores querem saber detalhes sobre o tamanho da conta que a prefeita pretende dividir com a população.

Na primeira sessão desta semana o vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) apresentou e teve aprovado um pedido formal de informações no qual questiona pontos como: a existência de dívidas da Prefeitura com a CEEE e vice-versa, o tamanho da conta mensal de iluminação pública paga pelo município e o tamanho da rede de iluminação pública instalada.

“A prefeita quer que a população pague pela iluminação das ruas da cidade e coloca isso como essencial para a administração readquirir equilíbrio nas contas e pagar salários em dia, então queremos saber exatamente o tamanho dessa conta, além disso é preciso questionar se a criação de uma taxa, que vai sobrecarregar ainda mais a população, é realmente a única alternativa para as finanças públicas”, pondera.

Ao questionar o tamanho da rede instalada e pedir informações sobre o total de pontos de luz existentes na cidade, o vereador diz pretender dimensionar tanto a cobertura do serviço como sua qualidade. “Diariamente recebemos dezenas de reclamações sobre lâmpadas apagadas, postes quebrados e ruas completamente escuras, então queremos saber o que está acontecendo”, diz.

O pedido aprovado na sessão de terça-feira (15) tem 15 dias para ser respondido.

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Marcos Ferreira PT

Nota de pesar

Publicado em 11/10/2019.
Luto pelo falecimento de José Sizenando Júnior , filho do vereador José Sizenando

É com o sentimento de pesar que a Câmara Municipal de Pelotas informa o falecimento de José Sizenando Júnior, filho do vereador dessa Casa Legislativa, José Sizenando (DEM) .

 As despedidas acontecem no Cemitério São Lucas (Estrada da Boa Vista, 3565), na tarde de hoje (11). O velório é a partir das 13h na capela 02 e o sepultamento ocorre às 17h.

 Júnior era um jovem empresário. A morte precoce deixará muitas saudades entre todos familiares e amigos. A Câmara Municipal deseja força ao vereador José Sizenando e demais familiares, declarando luto em nome do Poder Legislativo.


 Fabrício Tavares – Presidente da Câmara Municipal de Pelotas

Segurança no campo: Audiência pública ocorreu na rural

Publicado em 11/10/2019.
A Câmara Municipal promoveu no Salão Nobre da Associação Rural de Pelotas, Audiência Pública que discutiu a Segurança no Campo
Segurança no campo: Audiência pública ocorreu na rural

Assessoria do vereador

Numa proposição do vereador Fabrício Tavares-PSD, presidente do legislativo municipal, evento que ocorreu durante a 93a. Expofeira de Pelotas reuniu autoridades da área de segurança, parlamentares, produtores rurais, sindicatos da região e dirigentes da ARP, Farsul, Sindicato Rural de Pelotas e prefeitos da região. Formaram a mesa de trabalho, presidida pelo vereador Fabrício Tavares, o Comandante da Brigada Militar Major Scherdien, o Delegado Regional de Polícia Civil, Márcio Steffens, o Deputado Federal Afonso Hamm, o Deputado Estadual Luiz Henrique Viana, o Secretário Municipal de Segurança Aldo Bruno Ferreira, o Vice-Presidente da Farsul Fábio Avancini Rodrigues, o Presidente do Sindicato Rural de Pelotas Fernando Rechsteiner e a Presidente da Associação Rural de Pelotas Carolina Luíza Peró Osório.

O vereador Fabrício justificou a audiência em decorrência da força que a agropecuária e as atividades do setor exercem sobre a economia da região:  - Aproveitamos a tradição da Expofeira de Pelotas e da Associação Rural, para reforçar a necessidade de se resolver um problema crônico, que é a violência no meio rural, sobretudo o abigeato. É um tema que não pode ser deixado de lado neste momento. Este enfrentamento precisa ser feito, pois está abalando diretamente a economia de produtores e empresários rurais, destacou o presidente da Câmara.

Durante a Audiência Pública foram feitas apresentações para evidenciar a importância do assunto para o estado e para os municípios. O deputado federal Afonso Hamm abordou os recentes projetos aprovados na Câmara Federal sobre o porte de arma no interior das propriedades rurais e o aumento da pena para crimes de abigeato; O deputado estadual Luiz Henrique Viana falou sobre os 'gargalos da ovinocultura' e as questões de insegurança vivida pelos produtores. O Grupo Interdisciplinar de Trabalho e Estudos Criminais Penitenciários da Universidade Católica de Pelotas (GITEP/UCPel), através do professor Luiz Antônio Bogo Chies, apresentou um estudo sobre o abigeato no RS. O levantamento, feito neste ano de 2019, coloca a Zona Sul do estado na segunda colocação em ocorrências de abigeato em 2017, o que justificaria a instalação de uma delegacia especializada na repressão de crimes rurais e de abigeato. O Salão Nobre da Associação Rural da ARP esteve lotado para a Audiência Pública que se estendeu até às 11h30m e estabeleceu importantes deliberações entre as autoridades públicas de segurança e o setor produtivo do agronegócio da região sul.

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Fabrício Tavares PSD

Em Sessão Mirim, representante do vereador Salvador Ribeiro (MDB), fala sobre as obrigações de um parlamentar

Publicado em 10/10/2019.
O estudante Eduardo Ribeiro Alves, solicitou que parlamentares exerçam um mandato sem privilégios e a favor da população.
Em Sessão Mirim, representante do vereador Salvador Ribeiro (MDB), fala sobre as obrigações de um parlamentar

Assessoria do vereador

A Câmara Municipal de Pelotas, realizou na manhã desta quinta-feira (10) uma Sessão Solene alusiva ao "Dia das Crianças". Na oportunidade, cada parlamentar foi representado por um vereador mirim.

Eduardo Ribeiro Alves de 8 anos foi o representante do vereador Salvador Ribeiro (MDB). O pequeno parlamentar, falou sobre a importância de termos legisladores que trabalhem em prol dos direitos da população e não por seus próprios interesses.

O vereador mirim finalizou sua participação solicitando aos parlamentares desta legislatura que sempre votem em projetos a favor da população e exerçam seu mandato pensando no bem de Pelotas.

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Salvador Ribeiro MDB

Santa Casa vai receber verba bloqueada de emendas

Publicado em 10/10/2019.
Repasse de R$ 815 mil que estavam retidos nos cofres da Prefeitura foi confirmado à Comissão de Saúde
Santa Casa vai receber verba bloqueada de emendas

Foto Assessoria Vereador

Dentro de alguns dias a Santa Casa de Pelotas receberá um aporte de R$ 815 mil. A informação foi confirmada pelo provedor do hospital, João Neves da Silva durante reunião com o presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) para avaliar o andamento das negociações com o Governo do Estado para liberação de investimentos capazes de manter o hospital de portas abertas.

O dinheiro, que chega em meio a uma das mais graves crises financeiras vividas pela Santa Casa, foi destinado através de emendas parlamentares pelos deputados federais Afonso Hamm (PP) e Danrlei de Deus (PSD) e estava retido nas contas da Prefeitura por uma impossibilidade legal de ser repassada para a entidade. No entanto, uma decisão judicial publicada esta semana mudou a situação e o dinheiro será depositado em breve. “Outros hospitais abriram mão de receber, nós entramos na Justiça e conseguimos essa vitória”, disse Neves. O provedor adiantou que parte dos recursos será usada para consertar máquinas essenciais para os serviços e infraestrutura como equipamentos do Centro de Diagnóstico por Imagens (CDI) e compra de material médico.

“Essa notícia aliada à abertura dos 21 leitos de retaguarda do Pronto Socorro que estavam fechados surge como um alívio para a população que depende do hospital, mas ainda há muito o que fazer e por isso manteremos a mobilização em defesa da Santa Casa”, comentou Marcola.

NEGOCIAÇÃO COM BANRISUL – Na próxima semana técnicos do Banrisul visitarão o hospital para fazer um minucioso levantamento das áreas apontadas como atrativas para investimento. A visita é um passo decisivo na negociação entre a Provedoria e o banco para estabelecer uma parceria que injetará no caixa dinheiro suficiente para manter os serviços e pagamentos de funcionários, médicos e prestadores de serviços ao mesmo tempo em que a administração consegue aumentar a receita e equilibrar a contas da instituição.

A ideia é atrair o Banrisul para investir especialmente nos serviços de Oncologia e Cardiologia apontados como aqueles que possuem maior capacidade de ampliação e rentabilidade. 

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Marcos Ferreira PT

Creche Nossa Senhora de Fátima faz revindicações à vereadores

Publicado em 10/10/2019.
Por intermédio de solicitação do vereador Salvador Ribeiro (MDB) pais e trabalhadores da escola infantil falam sobre a atual situação da instituição durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira (09)
Creche Nossa Senhora de Fátima faz revindicações à vereadores

Foto Assessoria Vereador

Preocupado com o possível fechamento da Creche Nossa Senhora de Fátima, o vereador Salvador Ribeiro (MDB) solicitou que representantes da instituição se manifestassem durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira (9) na Câmara Municipal. Na tribuna, o Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, ressaltou que o encerramento das atividades do educandário é inadmissível, tendo em vista que a escola abriga mais de 40 crianças e tem mais de 51 anos de atividades no município.

A Creche Nossa Senhora de Fátima é mantida por uma parceria entre a prefeitura e a Sociedade Assistencial Nossa Senhora de Fátima e a verba que recebe atualmente é capaz de cobrir apenas custos básicos. Dessa forma, cortes no quadro de funcionários já foram feitos, tendo em vista o alerta do gestor do educandário que alega que a instituição não terá como se manter em 2020.

Após a Sessão Ordinária e a manifestação dos representantes da Creche, pais e funcionários se reuniram com o vereador Salvador Ribeiro (MDB) e outros parlamentares para discutir o assunto. Os edis decidiram convocar os secretários de educação e assistência social do Município, bem como a Promotoria Regional de Educação para debater a pauta na próxima terça-feira (15) durante a Sessão Ordinária do legislativo pelotense.

 

Texto: Assessoria de Imprensa Vereador Salvador Ribeiro MDB

Câmara realiza Audiência Pública sobre Segurança no Campo

Publicado em 10/10/2019.
Evento faz parte da programação da 93ª Expofeira de Pelotas
Câmara realiza Audiência Pública sobre Segurança no Campo

Foto Assessoria Vereador

A Câmara Municipal de Vereadores promove nesta sexta-feira, 11, às 9h, no Salão Nobre da Associação Rural de Pelotas, Audiência Pública para discutir o tema: Segurança no Campo. A audiência é proposição do vereador Fabrício Tavares-PSD, presidente do legislativo municipal e integrado na luta contra a violência na zona rural do RS.

O evento ocorre durante a 93ª Expofeira de Pelotas e contará com a presença de integrantes da diretoria da ARP, do Sindicato Rural de Pelotas, sindicatos rurais de munícipios da zona sul do estado, Farsul, prefeitos de cidades da região, secretários, Brigada Militar, Polícia Cívil, Polícia Rodoviária Federal, Guarda Municipal, produtores e empresários rurais.

O vereador Fabrício justifica a audiência em decorrência da força que a agropecuária e as atividades do setor exercem sobre a econômia da região: “Nós vamos aproveitar a tradição da Expofeira de Pelotas e da Associação Rural, para debatermos um tema que não pode ser deixado de lado neste momento. Este enfrentamento precisa ser feito, pois está abalando diretamente a economia de produtores e empresários rurais”, destacou o presidente da Câmara.

Durante a Audiência Pública apresentações serão feitas para evidenciar a importância do tema para o estado e para os municípios. O deputado federal Afonso Hamm abordará os recentes projetos aprovados na Câmara Federal sobre o porte de arma no interior das propriedades rurais e o aumento da pena para crimes de abigeato; O deputado estadual Luiz Henrique Viana falará sobre os 'gargalos da ovinocultura' nas questões de segurança; O Grupo Interdisciplinar de Trabalho e Estudos Criminais-Penitenciários da Universidade Católica de Pelotas (GITEP/UCPel), através do professor Luiz Antônio Bogo Chies, vai apresentar um estudo sobre o abigeato no RS. O levantamento, feito neste ano de 2019, coloca a Zona Sul do estado na segunda colocação em ocorrências de abigeato em 2017, o que justificaria a instalação de uma delegacia especializada na repressão de crimes rurais e de abigeato.

Detalhes: O que: Audiência Pública 'SEGURANÇA NO CAMPO' Quando: Sexta-feira, 11 de outubro de 2019 Horário: 9h Local: Salão Nobre da Associação Rural de Pelotas

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Fabrício Tavares PSD

Projeto do parto humanizado, seguro e sem violência receberá emendas antes de ser votado

Publicado em 09/10/2019.
Nas próximas duas semanas vereadores, representantes de classe e movimentos sociais poderão apresentar alterações ao texto
Projeto do parto humanizado, seguro e sem violência receberá emendas antes de ser votado

Lenise Slawski

Começa a correr nesta quinta-feira (10) o prazo de 15 dias para apresentação de sugestões de alteração ao texto do projeto de lei que estabelece uma série de normas para garantir mais qualidade e segurança para as mulheres nas salas de parto de Pelotas. Após este período será realizada uma nova audiência pública com todos os interessados no tema para consolidar o texto final que será votado no plenário da Câmara Municipal.

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) informa que todas as pessoas ou entidades interessadas em conhecer a proposta e fazer sugestões podem procurar a comissão e seus integrantes para solicitar cópia do texto original ou apresentar suas sugestões. “Pela primeira vez nesta legislatura um projeto é construído a partir de uma ampla discussão prévia com a comunidade e as partes interessadas e nosso objetivo é formatar uma legislação ampla capaz de garantir direitos e segurança para as mulheres e os profissionais envolvidos”, comenta.

AUDIÊNCIA – Na noite de terça-feira representantes do Sindicato Médico do RS (SIMERS), Conselho Regional de Enfermagem (COREN), Conselho Regional de Medicina do RS (CREMERS), ONG Nascer Sorrindo, universidades e comunidade participaram da segunda audiência pública promovida pela Comissão de Saúde para discutir o projeto. Durante quase duas horas foram discutidos pontos contidos no texto original baseado em recomendações do SIMERS e assinado por 11 vereadores.

 

Os maiores questionamentos partiram da representante do COREN e professora da Universidade Federal do Rio Grade do Sul, Virgínia Moretto que analisou ponto a ponto o projeto e formulou uma série de questionamentos e sugestões. “Este projeto não pode ser chamado de parto seguro porque não trata de segurança. Em 2017 Pelotas teve 65% de cesarianas enquanto a Organização Mundial da Saúde recomenda 15% ou 25% em áreas de alto risco. Isso é segurança?” questionou.

Em sua manifestação a diretora do SIMERS, Alessandra Felicetti marcou posição contrária ao uso do termo violência obstétrica. “O termo violência obstétrica é inadequado. É impossível não remeter esse termo ao médico e considerados isso um termo inadequado e não o aceitamos. Não abrimos mão disso”, declarou.

Para Marcola o debate é essencial para aperfeiçoar o projeto e construir uma lei em benefício das mulheres da cidade. A expectativa é de que até o final do ano o projeto esteja pronto para ser votado em plenário.

 

Texto: Assessoria de Imprensa Vereador Marcos Ferreira PT

Presidente da Câmara participa de seminário da AGAFLOR

Publicado em 09/10/2019.
Evento faz parte da programação da 93ª Expofeira
Presidente da Câmara participa de seminário da AGAFLOR

Assessoria do vereador

O vereador Fabrício Tavares-PSD, presidente da Câmara Municipal de Pelotas, representou o legislativo no 7º Seminário sobre Florestas Plantadas, na Associação Rural de Pelotas (ARP), que sedia a 93ª Expofeira. O evento teve a organização da Associação Gaúcha de Produtores de Florestas Plantadas (Agaflor), e ocorreu na terça-feira (8).

 A abertura do seminário, que também contou com a presença da prefeita Paula Mascarenhas, ficou a cargo do professor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Gilberto Alves, segundo relatos, “em 1908, grupo de professores da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel e membros da Associação Rural promoviam o 1º Encontro Agrícola e Pastoril do Rio Grande do Sul.” À época, a tese deu conta de que “há necessidade de plantar florestas de rápido crescimento, para evitar o corte de árvores nativas”. Já o presidente da Agaflor, Paulo Benemann, afirmou que o Seminário visa à organização e à expansão do setor de florestas plantadas e que, a cada ano, o evento torna-se mais qualificado.

Fabrício Tavares também qualificou a importância do seminário e salientou que a desburocratização dos processos de licenciamentos vai tornar o estado mais dinâmico e consequentemente com mais atrativos para a ampliação do setor. O 7º Seminário sobre Florestas Plantadas contou com a participação do secretário estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior e da presidente da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), Marjorie Kauffmann.

Também estiveram presentes o vice-presidente do Instituto Brasileiro da Árvore (IBA) e da Associação Gaúcha de Empresas de Base Florestal (Ageflor), Diogo Leuck; o presidente da Agaflor, Paulo Benemann; o superintendente do Porto de Rio Grande, Fernando Estima; o representante da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), prefeito do Cerrito, Douglas Rodrigues; os secretários de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti) e de Qualidade Ambiental, respectivamente Gilmar Bazanella e Felipe Perez Fernandez.

 

Texto: Assessoria de Imprensa Vereador Fabrício Tavares PSD

Câmara recebe pedido de apoio dos servidores da segurança

Publicado em 09/10/2019.
Vereadores e representantes das categorias se reúnem na quinta-feira para discutir realização de audiência pública
Câmara recebe pedido de apoio dos servidores da segurança

Assessoria do vereador

Representantes dos sindicatos dos trabalhadores da segurança pública estadual estiveram na tarde desta terça-feira (8) na Câmara de Vereadores em busca de apoio do Legislativo pelotense à mobilização contra o pacote de medidas administrativas lançado esta semana pelo governador Eduardo Leite (PSDB). Os diretores sindicais foram recebidos na Câmara pelo segundo secretário, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT).            

Durante os aproximadamente 40 minutos do encontro os representantes de policiais civis, brigadianos e bombeiros expuseram suas ressalvas ao pacote de Leite classificado como um ataque aos direitos dos servidores. “O governador quer resolver o problema das finanças do Estado punindo os trabalhadores do Executivo ao invés de combater a sonegação, reduzir as isenções para grandes empresas ou enfrentar o tema do duodécimo”, declara Isaac Ortiz, presidente da Ugeirm/Sindicato, entidade que representa os policiais civis.            

 

Após ouvir a apresentação da pauta de reivindicações, Marcola recebeu um manifesto assinado pelos diretores das entidades pedindo apoio da Câmara Municipal ao movimento. “Estamos juntos com os trabalhadores, pois a segurança pública é um dos pilares para se ter uma sociedade organizada e é um dos serviços mais essenciais para a população atualmente. As reivindicações são justas e vamos abraçar a causa”, disse Marcola.            

Na próxima quinta-feira representantes dos servidores se reúnem com uma comissão de vereadores para discutir a aprovação de uma moção de repúdio ao pacote e preparar uma audiência pública para discutir a crise na segurança pública gaúcha. 

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Marcos Ferreira PT

Câmara volta a debater projeto do parto seguro

Publicado em 08/10/2019.
Audiência Pública nesta terça a noite vai reunir médicos, comunidade e entidades ligadas ao tema para discutir novo projeto apresentado
Câmara volta a debater projeto do parto seguro

Volmer Perez

O tema do parto seguro volta a ser debatido na Câmara Municipal de Pelotas com a realização de uma audiência pública promovida pela Comissão de Saúde e marcada para as 19h desta terça-feira. Entidades ligadas aos médicos e outros profissionais da área, movimentos de mulheres e representações da comunidade já confirmaram presença.

A reunião desta noite é a segunda desde maio quando a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) vetou o projeto aprovado pela Câmara em abril que tratava do mesmo tema. “O veto forçou uma rediscussão do tema, que agora retorna à pauta na forma de um novo projeto que precisa ser ampla e profundamente discutido antes de ser votado no plenário, até mesmo para que não se tenha risco de um novo veto”, explica o presidente da Comissão de Saúde, Marcos Ferreira, o Marcola (PT).

Marcola lembra que em maio, durante a última audiência pública, houve um forte embate ideológico sobre termos utilizados no texto vetado o que impediu o avanço das discussões com relação a parte técnica e legislativa da proposta, o que finalmente deve acontecer agora. “Esperamos que todos os interessados independente de seus posicionamentos políticos se atenham a debater os pontos legais contidos no projeto e o que ele trazem de benefícios para a população”, diz.

A expectativa é de que encerrada a discussão o projeto possa ser debatido pelos 21 vereadores e votado ainda em outubro.


Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Marcos Ferreira PT

Vereador Salvador Ribeiro (MDB) recebe selecionados da Havan na Câmara Municipal

Publicado em 07/10/2019.
O parlamentar cedeu espaço no legislativo para que os aprovados no processo seletivo da empresa pudessem se manifestar diante da incerteza da contratação
Vereador Salvador Ribeiro (MDB) recebe selecionados da Havan na Câmara Municipal

Foto: Assessoria do Vereador

Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania e 1º Secretário do legislativo pelotense, vereador Salvador Ribeiro (MDB) esteve reunido com cerca de 40 selecionados da Loja Havan Pelotas. O encontro, realizado na manhã desta segunda-feira (07) no Plenarinho da Câmara Municipal, foi uma oportunidade para que os aprovados no processo seletivo da empresa expusessem suas incertezas diante do impasse envolvendo suas contratações.

Os selecionados da Havan, sediada em Brusque/ SC e com filiais em inúmeros municípios do Brasil, enfrentam dificuldades para serem contratados mediante reivindicações do Sindicato dos Empregados no Comércio de Pelotas. Os aprovados no processo de seleção da empresa, solicitam aprovação de acordo que permite que os colaboradores da instituição trabalhem aos sábados, domingos e feriados com bases salariais propostas pelo empregador.

Após o encontro, o vereador Salvador Ribeiro (MDB), já comprometido com a causa, trará o assunto em discussão no legislativo pelotense. O parlamentar, solicitará apoio dos demais vereadores para que a Havan de fato possa atuar no município e, assim, as vagas de emprego fornecidas pela instituição (de forma direta e indireta) não sejam perdidas.

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Salvador Riberiro MDB

Patrulha rural passa a contar com mais uma ferramenta para ações na colônia

Publicado em 03/10/2019.
Policiais terão celular para contato com a comunidade
Patrulha rural passa a contar com mais uma ferramenta para ações na colônia

Foto assessoria de imprensa: Volmer Peres

Na última terça-feira (01), o Vereador Eder Blank (PDT) foi informado sobre uma importante conquista para a Área Rural, foi realizada a entrega de um aparelho celular aos policiais que compõem a Patrulha Rural, sob número (53) 98428-6270 (whats). A ideia da adesão deste método de contato entre a comunidade da Área Rural de Pelotas e a Patrulha Rural, surgiu em uma audiência pública realizada pelo vereador Eder, no dia 19 de Setembro no 3° Distrito de Pelotas.

 Essa forma de contato visa proporcionar mais eficiência e agilidade no combate aos crimes na Colônia, por isso é importante ouvir às demandas da comunidade e a partir disso verificar quais são as necessidades da população. Aproveito a oportunidade para agradecer ao Tenente Coronel Marcio Facin, ao Major Scherdien e ao Capitão Márcio Medeiros.” Destacou o pedetista.

 Texto: Assessoria do vereador Eder Blank (PDT)

Secretária pede mais tempo para responder aos vereadores

Publicado em 03/10/2019.
Roberta Paganini voltará à Comissão de Saúde dentro de duas semanas para apresentar respostas aos questionamentos feitos
Secretária pede mais tempo para responder aos vereadores

Foto: Lenise Slawski

A participação da secretária de Saúde Roberta Paganini na reunião aberta promovida pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal frustrou parte dos vereadores na manhã de quarta-feira. Após ouvir quase uma hora de questionamentos e ponderações a secretária pediu nova data para retornar e apresentar as respostas. “Não acho correto responder pela metade, gostaria de apresentar minhas percepções e encaminhamentos nestes 30 dias a frente da gestão”, disse. A necessidade de participar de uma audiência judicial e o pouco tempo para responder a todos foram às justificativas dadas.

Diante da ponderação da secretária, o presidente da Comissão de Saúde, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) decidiu marcar para o dia 16 de outubro uma nova reunião para, então, receber as respostas às perguntas feitas. “Temos que ter a responsabilidade de acatar o pedido, pois a secretária assumiu o cargo há 30 dias e a situação da saúde em Pelotas é muito complexa”, declarou.

Marcola, aliás, havia questionado Roberta Paganini sobre a falta de médicos nos postos, a possibilidade de ampliação do horário de funcionamento da UBAI Lindoia para 24 horas e o planejamento feito pela secretaria para qualificar os postos que estão absorvendo novas e grandes demandas geradas pela instalação de agrupamentos de condomínios residenciais como na Vila Silveira, Sítio Floresta e Parque Harmonia. “Recebemos na comissão uma quantidade muito grande de questionamentos e queixas destas áreas por causa da explosão demográfica recente e temos o compromisso de buscar soluções para os problemas, portanto este é um tema que permanecerá bastante tempo na pauta de trabalho”, afirmou.

TRABALHO INICIAL – Em sua rápida explanação a nova secretária apresentou as linhas gerais de seu trabalho no primeiro mês a frente da secretaria e destacou a negociação com os prestadores de serviços de oncologia que possibilitou aumentar o número de atendimentos. Roberta Paganini informou, ainda, ter estabelecido um grupo de trabalho dentro da secretaria para analisar a rede de urgência e emergência formada por Pronto Socorro, Pronto Atendimento, UPA e SAMU. “É preciso saber o que cada um faz e para quem faz, qual é a referência de cada serviço, pois isso é uma das questões que pode ajudar a desafogar o Pronto Socorro”, declarou.

A secretária revelou ainda estar acumulando temporariamente a função de diretora de Ações em Saúde para poder “mergulhar na atenção primária” e ter informações completas da rede, equipes, serviços credenciados e demandas. “Temos mais de 50 unidades instaladas e é preciso fazer um mapeamento da população residente nas áreas para redistribuir as equipes, pois cada equipe de Saúde da Família só consegue atender quatro mil pessoas, então é preciso buscar soluções que sejam viáveis e por isso mais demoradas”, ponderou.

Por fim, ao responder um dos questionamentos de Marcola, a secretária revelou que nas próximas semanas deverá chegar à Câmara um projeto que estabelece a Bolsa Residência, que prevê o pagamento de um complemento de valores para médicos residentes que optarem trabalhar na rede municipal. A proposta é apontada como alternativa para resolver a falta de médicos nos postos.

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Vereador Marcos Ferreira PT

Presidente da Câmara saúda homenageados da ACP e CDL

Publicado em 02/10/2019.
Tavares elogiou a união das duas entidades para promover as premiações que reconhecem quem atua em favor do comércio pelotense.
Presidente da Câmara saúda homenageados da ACP e CDL

Assessoria do vereador

O presidente da Câmara Municipal de Pelotas, vereador Fabrício Tavares-PSD, saúda nesta terça-feira os agraciados em 2019 pela Associação Comercial de Pelotas (ACP) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Pelotas (CDL). Tavares elogiou a união das duas entidades para promover as premiações que reconhecem quem atua em favor do comércio pelotense.

A ACP apresentou seus tradicionais Destaques do Ano nas categorias: Comerciante do Ano; Mérito de Serviços e Empresa ou Entidade amiga de Pelotas. Comerciante do Ano – Teresa Regina Satte Alam de Oliveira – O Boticário; Mérito de Serviços – Escola Santa Mônica; Empresa ou Entidade Amiga de Pelotas – 9º Batalhão de Infantaria Motorizada;

A CDL Pelotas retorna com o Mérito CDL Pelotas 2019, que faz uma homenagem a uma personalidade que contribuiu para o comércio na cidade. O escolhido é José Luiz Lima Laitano – proprietário da Nissul Veículos, ex-presidente da CDL Pelotas, ex-integrante do Conselho Consultivo e agora integra o Conselho Gestor da Entidade. Os nomes são indicados e votados pela diretoria de ambas as entidades.

O presidente da Câmara de vereadores “saúda a iniciativa da associação e CDL que buscam valorizar entidades e empresas que se destacam e também aqueles que nem sempre são reconhecidos como é o caso do 9º Batalhão de Infantaria Motorizada, que já possui 100 Anos de dedicação à cidade”.

Texto: Assessoria de Imprensa do vereador Fabrício Tavares PSD

Comissão de saúde recebe secretária para discutir situação do SUS

Publicado em 02/10/2019.
Pauta da reunião com vereadores inclui falta de médicos na rede, atendimentos de oncologia e crise da Santa Casa
Comissão de saúde recebe secretária para  discutir  situação do SUS

Lenise Slawski

A Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores recebe nesta quarta-feira (02) a secretária municipal da área, Roberta Paganini, empossada há 30 dias. A reunião tem como objetivo fazer um raio-x do sistema de saúde pública da cidade e os impactos que pode sofrer a partir da crise financeira da Prefeitura. A reunião pública está marcada para as 10h.

O presidente da Comissão de Saúde, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) argumenta que esta será a primeira conversa efetiva entre os integrantes da comissão e a nova secretária, já que em setembro Roberta esteve na Câmara apenas para discutir os indicadores trimestrais da secretaria e não houve uma discussão sobre os temas que afligem a população. “A vinda da secretária em setembro foi para cumprir a legislação, agora estamos propondo uma conversa franca e profunda sobre os problemas da saúde pública e suas ideias para solucioná-los”, disse.

Marcola salienta, ainda, a preocupação dos integrantes da comissão com o impacto da crise financeira do município na área da saúde. “Desde o ano passado faltam médicos e há várias queixas da população sobre demora por atendimentos especializados e exames e agora temos um quadro de grave crise financeira instalado. É preciso que a secretária apresente alternativas para pelo menos minimizar a situação e evitar que piore”, declara.

ONCOLOGIA – Um dos principais problemas a serem debatidos com Roberta Paganini é a fila de espera por atendimento de oncologia, que atualmente conforme dados da própria Secretaria de Saúde é de 140 pacientes, sendo que a cada mês aproximadamente 60 novos pacientes ingressam no sistema em busca do serviço. “A espera é muito longa e, cada dia sem tratamento representa um dia a menos de vida para os pacientes, além disso a angústia de ver um parente doente não receber tratamento destrói as famílias”, argumenta Marcola. 

 

TEXTO: Assessoria de Imprensa do vereador Marcos Ferreira PT 

Vereador Marcola quer núcleo do vida ativa na Santa Terezinha

Publicado em 30/09/2019.
Santa Terezinha pode ter núcleo do vida ativa
Vereador Marcola quer núcleo do vida ativa na Santa Terezinha

Foto: Assessoria do Vereador

Uma ação realizada conjuntamente entre os moradores da Santa Terezinha e o gabinete do vereador Marcola (PT) pode garantir a abertura de um núcleo do projeto de atividade física Vida Ativa na localidade. Ontem a tarde o vereador visitou o núcleo em funcionamento no Clube Xavante para conversar com os participantes e equipe de trabalho.

“Há um pedido para abertura de um novo núcleo com aulas no turno da noite, o que beneficiaria muitas pessoas que trabalham em horário comercial e gostaria de praticar atividades físicas orientadas mas não têm essa oportunidade”, comentou Marcola. Semana passada o vereador conseguiu a liberação para utilizar a sede do clube Sul Brasil, na avenida São Jorge, e apresentou a proposta ao Coordenador do Departamento de Desporto da Prefeitura, Sérgio Ferreira. “Estamos otimistas com a possibilidade de abertura de mais esse núcleo nas Três Vendas, com a mobilização da comunidade certamente iremos conseguir”, declarou.

A proposta apresentada é de que o novo núcleo funcione nos mesmos moldes do que atualmente oferece atividades no Clube Xavante e, inclusive, tenha o mesmo orientador que é o professor Michael Duarte.

 

Texto: Assessoria de Imprensa Vereador Marcos Ferreira PT

Redes sociais

Facebook  Twitter  Youtube  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

TV Câmara

Atendimento ao Cidadão

Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

Leis e Processo Legislativo

Licitacon