Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias

Notícias

Publicado em 10/07/2019.
Banco de notícias desta Casa Legislativa.

Demandas do vereador Carlos Júnior em defesa da vida são atendidas

Publicado em 06/12/2021.

Foram dois pedidos que receberam aprovação da equipe técnica da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (STT), e foram executados pela Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP).

O primeiro pleito foi da direção do Progresso F.C, para que houvesse a instalação de algum tipo de redutor de velocidade na Luís de Camões, em frente ao clube, como forma de conter a velocidade excessiva de alguns motoristas na via, o que oferece temeridade principalmente para as crianças das escolinhas do rubro-negro da zona norte.

O outro foi de moradores do Amarílis, para que análise semelhante à da solicitação do Progresso F.C, fosse realizada, uma forma de inibir a velocidade dos veículos na Avenida Principal do residencial.      

Houve então determinação do vereador Carlos Júnior (PSD) para que fosse protocolado pedido de providência no Poder Legislativo para os dois locais. Na etapa posterior, o parlamentar intermediou junto à STT e SMOP, o que resultou na instalação de quebra-molas nas duas localidades.

O vereador ficou satisfeito pelo acolhido das duas reivindicações “ sou grato pela presteza das duas secretarias, e a confiança da direção do Progresso e dos moradores do Amarílis em meu mandato, mas o melhor ainda, é saber que o encaminhamento poderá evitar acidentes e salvar vidas”, afirmou Carlos Júnior.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Carlos Júnior (PSD)

Ações do documento

Vereadores são homenageados pela Brigada Militar

Publicado em 03/12/2021.
Cristiano Silva, Marcos Ferreira e Paulo Coitinho receberam a comenda da corporação
Vereadores são homenageados pela Brigada Militar

Foto: Gabriel Xavier

O presidente da Câmara Municipal, Cristiano Silva (PSDB) e os vereadores Marcos Ferreira, Marcola (PTB) e Paulo Coitinho (Cidadania) foram homenageados nesta sexta-feira pelo comando do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) durante a troca de comando da guarnição. Os três parlamentares receberam a Comenda Brigada Militar. A honraria é oferecida para civis e militares que de alguma forma contribuíram para a melhoria dos sérvios ou reconhecimento do trabalho da Brigada Militar.

“O Legislativo está aqui representado porque sempre é importante estar junto da Brigada Militar, pois esta instituição protege a todos nós e por isso estamos sempre apoiando suas causas, projetos e atividades”, afirma Silva.

O vereador Coitinho destacou a emoção em receber a distinção já em seu primeiro ano de mandato. “Fico muito feliz com essa homenagem e por estar sendo reconhecido pelo trabalho já neste primeiro ano de legislatura. Procuramos ser sempre atuantes com relação a segurança pública e sempre tratar do tema na Câmara”, declara.

MUDANÇA

A solenidade marcou, ainda, a saída do tenente-coronel Márcio André Facin do comando do 4º BPM após 1600 dias. A guarnição agora passa a ser comandada pelo major Paulo Renato Scherdien.

Em um discurso emocionado e marcado pelo reconhecimento a todas as pessoas e instituições que colaboraram para a implantação e execução do programa Pacto Pelotas pela Paz, o ex-comandante Facin destacou a redução dos índices de criminalidade na cidade. “A queda nos índices criminais é uma vitória de Pelotas e de toda a região e, especialmente, de todos os homens e mulheres de todas as forças de segurança que se empenharam nos últimos quatro anos para atingíssemos esse objetivo”, declara. A partir da próxima semana, Facin assume a Coordenação Regional da Defesa Civil responsável por 28 municípios do sul do estado.

O NOVO COMANDANTE

Natural de Pelotas, Paulo Renato Scherdien ingressou na BM em 1991 através do curso de sargento e depois de servir em Porto Alegre e Cruz Alta cursou a Academia da BM, retornando para Pelotas como tenente. Na cidade comandou todas as companhias do 4º BPM, além dos serviços de Inteligência e Logística, antes de assumir a missão de auxiliar na instalação do Colégio Tiradentes no qual permaneceu nove anos, sendo subcomandante e comandante. Desde 2019 ocupa o posto de subcomandante do 4º BPM.

"O 4º BPM é um dos maiores batalhões da Brigada Militar, o maior da região sul e, diante disso, um dos nossos maiores desafios é manter a queda dos índices criminais. Nos últimos anos, a cada análise, os indicadores têm caído e precisamos mantê-los assim, sem elevação", diz.  

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Pelotas

Ações do documento

Vereadora Marisa Schwarzer se reúne com secretária de educação

Publicado em 03/12/2021.
Obras estagnadas de escolas e creches no Laranjal e na Colônia Z3 foram pauta do encontro

No início da tarde da última quinta-feira (2) a vereadora Marisa Schwarzer (PSB) esteve reunida com a secretária municipal de educação e desporto, Adriane Silveira, para discutir as dificuldades enfrentadas na área da educação no bairro Laranjal, Barro Duro, Colônia Z3 e arredores.

A falta de creches, para a vereadora, é um problema latente e foi um dos temas principais do encontro. Atualmente, muitas famílias que moram na região, algumas em situação de extrema vulnerabilidade social, ficam impedidas de trabalhar por não terem onde deixar seus filhos pequenos. "Por serem muito distantes do centro, tanto Laranjal quanto a Z3, a complexidade do tema se torna ainda maior", destacou Marisa. Atualmente a região conta com aproximadamente 45 mil habitantes, o que reforça o ponto abordado pela vereadora. 

Ainda sobre a educação infantil, a parlamentar questionou o motivo de tantas obras de escolas e creches não terem sido finalizadas no município, incluindo construções no Laranjal. De acordo com a secretária, a dificuldade está principalmente na captação de verba para a conclusão do serviço. Como as obras são cadastradas em um programa de financiamento do governo federal, até mesmo a tentativa de dar sequência com recursos próprios, se torna um processo demorado e burocrático.

"Pedimos urgência na análise da situação e na busca de uma solução adequada. Queremos saber quando a localidade vai ter acesso a esse serviço tão essencial", disse Marisa.  A secretária se comprometeu a dar atenção especial ao caso e realizar um estudo de viabilidade, nos próximos meses, para dar sequência ao projeto da creche municipal no Laranjal e outras providências na região. 

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete da vereadora Marisa Schwarzer (PSB)

Ações do documento

Câmara elege nova Mesa Diretora

Publicado em 02/12/2021.
Marcos Ferreira, Marcola (PTB) foi eleito presidente com 16 dos 21 votos possíveis
Câmara elege nova Mesa Diretora

Foto: Gabriel Xavier

A Câmara Municipal de Pelotas elegeu nesta quinta-feira (02) a Mesa Diretora que irá administrar o Legislativo em 2022. Para presidente foi eleito o vereador do PTB e atual líder do governo, vereador Marcos Ferreira, Marcola, que está em seu terceiro mandato, e presidirá a Câmara pela primeira vez. Para os demais cargos da direção foram escolhidos os vereadores César Brisolara, Cesinha (PSB) como primeiro vice-presidente; Márcio Santos (PSDB) como segundo vice-presidente; Paulo Coitinho (Cidadania) como primeiro secretário e Michel Promove (PP) como segundo secretário.

O acordo estabelecido no início de 2021 entre os partidos da base governista prevendo um rodízio na presidência do Legislativo foi cumprido à risca e todos os integrantes da Mesa Diretora foram eleitos pelo mesmo placar: 16 votos favoráveis e cinco abstenções. Abdicaram de votar os vereadores Fernanda Miranda (PSOL), Jurandir Silva (PSOL), Miriam Marroni (PT), Sidnei Fagundes, Sid (PT) e Cristina Oliveira (PDT).

Conforme o presidente eleito será estabelecida uma comissão de transição coordenada pelo vereador Cesinha para que o novo grupo se coloque a par de toda a situação administrativa da atual gestão e já possa começar a trabalhar sem contratempos a partir do dia 2 de janeiro. “Queremos começar o ano com tudo organizado e dar continuidade ao trabalho do presidente Cristiano Silva”, diz Marcola.

O novo presidente defende como sua principal diretriz para 2022 aumentar a proximidade da Câmara de Vereadores com a comunidade através de uma presença oficial e frequente do Legislativo nos bairros. “Queremos entregar ao final do próximo ano pelo menos 48 audiências públicas nos bairros, pois nosso grande propósito é fazer com que a Câmara recupere o respeito da comunidade e para isso tem que estar onde a população está”, afirma.

UMA CÂMARA MAIS PRÓXIMA E REPRESENTATIVA

O discurso por um Legislativo mais próximo das ruas está afinado entre os cinco eleitos, que apontam serem todos originados da periferia da cidade e, portanto, conhecedores da necessidade de manter a proximidade da Câmara com os moradores de bairros e vilas.  

“É preciso ir buscar a opinião das pessoas lá na ponta, onde as políticas públicas não chegam. Queremos ouvir toda a comunidade e esse é o grande compromisso deste grupo”, declara Coitinho. “Queremos levar a Câmara para os bairros para dar uma atenção maior, especialmente, para quem não pode se deslocar até a Câmara”, completa Márcio Santos.

Para os vereadores Michel Promove e Cesinha outro mérito do novo grupo é ter dois negros entre seus integrantes, aumentado deste modo a representatividade étnica na direção da Câmara. “Isso não deixa de ser uma resposta aqueles atos que tivemos lá no início do ano, quando os quatro negros que entraram para esta Casa foram repelidos e agredidos por parte dos servidores e da população. Acho que o novo presidente teve a sensibilidade de ser preciso dar uma resposta para a sociedade e ter dois negros no grupo que irá conduzir os trabalhos da Câmara em 2022, acho isso muito significativo e representativo”, diz Cesinha.

NEM TUDO É ACORDO 

Apesar da eleição tranquila e sem sobressaltos, nem todos os 21 parlamentares demonstraram concordância com forma como a nova Mesa Diretora foi escolhida, prova disso foi a opção de PSOL, PT e parte da bancada do PDT de se abster do processo eleitoral.

“É público e notório que nesta legislatura existe um grupo de parlamentares majoritário, vinculado com o Executivo e que toma decisões sozinho. Eles tomaram a decisão de quem seria o presidente, os vice-presidente e os secretários, sem discussão com o conjunto dos 21 parlamentares porque eles têm a compreensão de que têm votos para fazer isso e, de fato tem, e o fazem. Nós temos outra compreensão e por isso registramos nosso voto de abstenção”, declara.

VIDA QUE SEGUE

Concluída a eleição da nova Mesa Diretora a Câmara deve voltar suas atenções para a votação da Lei Orçamentária Anual (LOA) que já tramita na Casa. Nesta sexta-feira termina o prazo para apresentação das emendas impositivas elaboradas pelos vereadores e a expectativa é de que a LOA seja votada no dia 14.

“Além da LOA temos outros projetos que precisam ser analisados criteriosamente pelo Plenário e, ainda nos próximos 30 dias estaremos acompanhando o trabalho da comissão julgadora dos projetos arquitetônicos da nova sede”, diz o atual presidente.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Ações do documento

Vereador Paulo Coitinho é homenageado pelo MTG

Publicado em 02/12/2021.

Na noite desta quarta-feira (01) o vereador Paulo Coitinho foi homenageado com a Comenda João de Barro. A honraria, criada em 2005, é entregue a apenas 60 pessoas de todo o Rio Grande do Sul em reconhecimento aos serviços prestados ao Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). Esse ano, a 26ª Região indicou para receber por Pelotas, e foi referenciado no Encontro Regional de Patrões do Movimento Tradicionalista o parlamentar líder do Cidadania e vice-presidente da Casa, e o presidente da Associação Rural de Pelotas, Rodrigo Gonzales. A homenagem é a mais alta entregue pelo Movimento em todo o Rio Grande do Sul.

O evento aconteceu no CTG Thomaz Luiz Osório e contou com a participação de patrões, autoridades e líderes ligados ao segmento.

O coordenador da 26ª RT, Márcio Adir, agradeceu o importante apoio de Coitinho, principalmente neste último ano de pandemia da COVID-19 e durante as comemorações da Semana Farroupilha.

Paulo Coitinho é proponente e presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Tradicionalismo, Cultura e Festas Populares de Pelotas e mantém atuação presente junto ao Movimento. “Estou muito honrado em receber a Comenda João de Barro. Quanto mais nos unirmos em prol da cultura e tradição gaúcha, mais transformaremos a vida de tantas pessoas”, disse Coitinho. Recentemente o vereador protocolou um Projeto de Lei Ordinária que autoriza a Prefeitura Municipal de Pelotas a inclusão do conteúdo sobre tradicionalismo, cultura e folclore gaúcho nas escolas da rede municipal de ensino.

Atualmente a cidade conta com aproximadamente dezesseis entidades tradicionalistas em atividade com atuação em diversos bairros do município.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Paulo Coitinho (Cidadania)

Ações do documento

Vereador Carlos Júnior recebe edital do ProEsporte Municipal 2021

Publicado em 01/12/2021.

O edital publicado hoje (01) foi assegurado a partir da intervenção do vereador Carlos Júnior (PSD), presidente da Comissão de Desporto da Câmara Municipal, que garantiu junto ao Poder Executivo um valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para custear iniciativas do segmento.

O parlamentar recebeu nesta manhã (01) em seu gabinete o diretor de esportes da Secretaria Municipal de Educação e Desporto (SMED), Sérgio Ferreira. O representante do Poder Executivo entregou simbolicamente ao vereador uma cópia do documento que já está disponível no portal eletrônico da prefeitura.

No cronograma está previsto o prazo até o dia 06 de dezembro para esclarecimentos e possíveis contestações, os questionamentos deverão ser remetidos para e-mail proesportepelotas2021@gmail.com.

As inscrições de propostas iniciarão no dia 27 de dezembro às 09 horas, e serão finalizadas às 23 horas 59 minutos do dia 09 de janeiro de 2.022.

O recurso do Fundo Municipal de Desenvolvimento do Esporte e Lazer de Pelotas (ProEsporte) é voltado para projetos de caráter educacional, eventos esportivos e esporte de rendimento.

O limite destinado para cada proposta aprovada oscila entre R$ 4.000,00 e R$ 8.000,00, dependendo do pleito apresentado. Podem se habilitar pessoas físicas e organizações da sociedade civil (OSC). É vetada a inscrição de pessoas físicas no item “ eventos esportivos”.

Os recursos serão liberados a partir de fevereiro de 2022, e as propostas selecionadas deverão ser executadas entre 31 de março e 31 de agosto de 2022.

As informações do edital estão disponíveis em pelotas.com.br/transparencia/chamamento-credenciamento, com prazos, valores e os procedimentos para habilitação de projetos.

O vereador Carlos Júnior (PSD) não escondeu a satisfação pela conclusão da primeira etapa do processo “ o que estava trancado, conseguimos garantir com o apoio da PGM, SMED e Gabinete da Prefeita, agora vamos acompanhar a sequência, em virtude da pandemia, o recurso poderia não ter sido aplicado, mas viramos o jogo em favor do esporte, e se tudo der certo vamos incrementar e aumentar o valor para o edital 2022”, afirmou o parlamentar.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Carlos Júnior (PSD)

Ações do documento

Lei busca evitar casos de violência contra mulheres em restaurantes, bares e casas noturnas em Pelotas

Publicado em 30/11/2021.
A iniciativa da vereadora Marisa Schwarzer visa garantir que esses locais estejam aptos a dar auxílio para mulheres em situações de risco
Lei busca evitar casos de violência contra mulheres em restaurantes, bares e casas noturnas em Pelotas

Foto: Gabriel Xavier

Problemas de segurança enfrentados por mulheres em ambientes como restaurantes, bares e casas noturnas fazem parte de uma realidade que deve melhorar em Pelotas. Isso porque até pouco tempo atrás, esses espaços não tinham qualquer responsabilidade relacionada à proteção do público feminino, cenário que mudou após a sanção da lei de autoria da vereadora Marisa Schwarzer (PSB) que obriga que esses lugares estejam preparados para atender e dar auxílio a mulheres em situações que possam representar risco. 

A vereadora contou que a ideia da lei surgiu após ouvir o relato de uma mulher que foi convidada a se retirar de um estabelecimento ao pedir proteção contra o ex-companheiro, de quem tinha medida protetiva. "A segurança do lugar disse que não poderia intervir, nem tirar o homem do local, nem chamar a polícia a não ser que ele agredisse ela lá dentro", disse Marisa. Para a parlamentar, casos como esse, infelizmente são muito comuns e para construir o projeto ouviu diversos relatos que acabaram por reafirmar os dados alarmantes da segurança pública no país. Em Pelotas, apesar da queda nos números, se comparado aos anos anteriores, as marcas atingidas ainda são preocupantes. Em 2021, até o mês de julho 313 ocorrências de lesão corporal, 21 de estupro e um feminicídio foram registrados, de acordo com informação publicada pela prefeitura municipal. Para Marisa, a legislação é de extrema urgência para manter a diminuição desses números. "É necessário que as mulheres se sintam seguras nos ambientes que frequentam e para isso é preciso que não existam dúvidas de que a preferência de permanência no local, nesses casos, é sempre da mulher" afirmou. A vereadora ainda declarou que legislar sobre medidas de combate a agressão, prevenção de feminicídio, abusos e assédios nesses locais é um dever. "Precisamos torná-los mais receptivos e menos temerários às mulheres, que vez ou outra já abdicaram de frequentá-los com receio de sofrer violência de gênero", apontou a parlamentar.

De acordo com a lei 7.002 sancionada no dia cinco de novembro deste ano, os estabelecimentos ou organizadores de eventos devem capacitar seus funcionários para a aplicação das medidas de auxílio, que podem ser o acompanhamento da mulher até um local seguro, ou a retirada do acusado do recinto, por exemplo. Fica também determinado na legislação que a simples apresentação de documento com número de processo judicial é suficiente para comprovar a alegação da vítima, visto que o mesmo pode ser consultado facilmente pelo celular.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete da vereadora Marisa Schwarzer (PSB)

Ações do documento

Vereador Carlos Júnior quer informações sobre as obras abandonadas de escolas de educação infantil em Pelotas

Publicado em 30/11/2021.

O parlamentar foi procurado por um grupo de moradores da região do Vasco Pires, e esteve presencialmente para verificar um problema relatado, a obra inacabada de uma escola municipal de educação infantil (EMEI). A construção foi iniciada em 2016 e está paralisada.

A obra está incorporada em um pacote de recursos anunciado pelo Governo Federal, e que houve abandono por parte da empresa vencedora da licitação sob argumentação de defasagem orçamentária. Algumas, após um processo de negociação do Poder Executivo, foram concluídas. Outras, como o caso da edificação do Vasco Pires, ficaram de fora do processo.

Diante do fato, o vereador Carlos Júnior (PSD) protocolou no Poder Legislativo um pedido de informação, em que constam os seguintes questionamentos:

 - Quantas obras de escolas de educação infantil estão paradas atualmente em Pelotas? E qual a localização?

- Qual a situação contratual dessas obras?

- Quantas vagas podem ser disponibilizadas com a conclusão, e qual o atual déficit de vagas?

- Qual o orçamento necessário para a finalização dessas obras?

 - O vereador aguardará o prazo regimental de até 15 dias para que receba o documento do Executivo Municipal, com os esclarecimentos necessários, e a partir do conteúdo, buscará viabilizar alternativas junto ao Estado e a União.

Por Assessoria de Comunicação do vereador Carlos Júnior (PSD)

Ações do documento

Vereador Jone Soares acompanha implantação de quebra-molas, no Arco-Íris

Publicado em 30/11/2021.

Na manhã desta terça-feira, o vereador Jone Soares (PSDB), acompanhou as equipes da Secretaria de Obras e Pavimentação, que atenderam um pedido de providências encaminhado pelo mandato do parlamentar, que solicitou a implantação de quebra-molas na rua principal do Arco-Íris.

As avenidas Peri Ribas e Guilherme Minssen são as mais movimentadas do bairro, e as mesmas não possuíam o número adequado de redutores de velocidade.

“Recebi muitas solicitações da comunidade, em relação a esta demanda, e como morador do bairro sei de perto o quanto esses quebra-molas se faziam necessários”, completou Jone Soares.
O vereador assim que assumiu o mandato na Câmara de Vereadores, protocolou e aprovou no legislativo um pedido de providências, que buscava a colocação de três quebra-molas, ao longo da avenida principal da localidade.

“Após o protocolo na Câmara, estive com o Secretário de Obras e Pavimentação, onde expus pessoalmente a necessidade da implantação”, disse Jone Soares.

Os bairros são um dos pontos fortes do meu mandato, de Jone Soares. O legislador procura sempre estar perto da população, para compreender as demandas e posteriormente fazer os encaminhamentos ao poder executivo.

“Registro o agradecimento às equipes da Secretaria de Obras, pelo atendimento dessa demanda. O meu mandato que é nosso seguirá atuante em prol da nossa população”, finalizou o Vereador Jone Soares.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Jone Soares (PSDB)

Ações do documento

Câmara dá posse para a Comissão Julgadora do projeto do novo prédio

Publicado em 30/11/2021.
Grupo é formado por arquitetos e engenheiros de instituições de ensino, prefeitura e entidades de classe
Câmara dá posse para a Comissão Julgadora do projeto do novo prédio

Foto: Gabriel Xavier

A Comissão Julgadora do Concurso do Anteprojeto Arquitetônico do Prédio da Câmara Municipal de Pelotas foi empossada ontem pelo presidente Cristiano Silva (PSDB). O grupo é formado pelos arquitetos Jaqueline Peglow professora da Universidade Católica de Pelotas, Lessandro Rosa professor da Faculdade Anhanguera, Ana Helena di Primio da Secretaria Municipal de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana, Fábio Daniel Caetano do Instituto de Arquitetos do Brasil e Ricardo Prates da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Pelotas.  Eles serão responsáveis por analisar os oito projetos inscritos e que terão suas versões finais entregues até 20 de dezembro.  

“O cronograma prevê que todo o processo de julgamento e seleção do projeto vencedor e das duas menções honrosas esteja concluído até março”, explica o presidente da Comissão de Licitação, Edson Betemps. Formada somente por servidores de carreira da Câmara, a Comissão de Licitação será responsável por conduzir todo o processo administrativo relacionado ao concurso. Também fazem parte desta comissão as servidoras Marcela Milach e Érica Alcântara.

Para o presidente do Legislativo tanto a escolha de uma comissão julgadora formada exclusivamente por técnicos como de uma comissão de licitação apenas com funcionários de carreira, garante transparência e idoneidade do processo. “A comunidade está representada neste concurso, por este quadro de técnicos e nós vereadores não vamos interferir em nada na escolha do projeto arquitetônico ou na licitação da obra”, diz Silva.

                O presidente garante, ainda, haver um acordo entre o grupo político que deve se revezar na presidência da Câmara até o final da legislatura em 2023 para dar continuidade ao processo iniciado. “Eu espero que não haja atraso no andamento do projeto mesmo com a troca de Mesa Diretora, porque há um acordo entre o grupo. Essa obra deve durar 36 meses e a nova presidência deve dar andamento ao projeto que é de toda legislatura e não desta presidência”, afirma.

OTIMISMO ENTRE OS JURADOS

Escolhida como presidente da Comissão Julgadora, a arquiteta Maria Helena di Primo diz acreditar que o cronograma deverá ser cumprido à risca apesar da dificuldade da tarefa. “Há muitos critérios a serem analisados, mas quando estipulamos os prazos já tínhamos uma ideia mínima e máxima do volume de trabalho, então acredito que iremos terminar o julgamento dentro do tempo previsto”, diz.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Pelotas

Ações do documento

Dia de Doar contará com feira e drive para doações na próxima terça-feira no Largo do Mercado Públic

Publicado em 30/11/2021.
Lei proposta pelo vereador Cristiano Silva (PSDB), que institui a data no calendário do município, será sancionada entre as organizações filantrópicas da cidade
Dia de Doar contará com feira e drive para doações na próxima terça-feira no Largo do Mercado Públic

Foto: Éderson Ávila

O Dia de Doar será realizado na terça-feira, 30, no Largo do Mercado Público, das 8h às 18h, com a participação de mais de 20 entidades filantrópicas. O evento foi aderido em 85 países. Em Pelotas, a iniciativa e organização partiu da Associação dos Pais de Down de Pelotas (Apadpel). O objetivo é incentivar a doação, a generosidade e a conexão da população com as causas assistencialistas e beneficentes.

O intuito da feira é que as pessoas passem pelo local, conheçam projetos e instituições e colaborem. O Dia de Doar vai além do oferecimento de roupas, brinquedos, jogos pedagógicos, alimentos, materiais de higiene, livros, tinta de parede, novelos ou resto de lã, tecidos e aviamentos, material esportivo, material de construção, leite e fraldas. Também é possível doar cabelo, uma contribuição aos pacientes com câncer ou doar sangue, gesto que pode salvar até quatro vidas. Trabalho voluntário, uma palavra amiga e incentivo também estão entre as opções.

PROGRAMAÇÃO
8h – Abertura da Feira
15h – Apresentação da ONG Anjos e Querubins
16h – Ato de Assinatura da Lei, proposta pelo vereador Cristiano Silva (PSDB), que será sancionada pela prefeita Paula Mascarenhas
17h – Espetáculo de dança ‘Ritmos Brasileiros’
18h - Encerramento

COMO DOAR

As bancas estarão fixadas no Largo do Mercado Público. O drive thru será realizado na rua Lobo da Costa, entre Andrade Neves e XV de Novembro.

DIA DE DOAR

O Dia de Doar ocorre na terça-feira, após o dia de Ação de Graças. O movimento foi criado em 2012, nos Estados Unidos. No Brasil, é liderado pela ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos, o movimento promove generosidade, solidariedade e incentiva a participação da sociedade na construção de um mundo melhor. Em Pelotas a organização do evento está sendo realizada pela Associação dos Pais de Down de Pelotas (Apadpel).

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Cristiano Silva (PSDB)

Ações do documento

Audiência Pública trata da dignidade menstrual em Pelotas

Publicado em 30/11/2021.
Audiência Pública trata da dignidade menstrual em Pelotas

Foto: Gabriel Xavier

Aconteceu no dia 25, na Câmara Municipal, uma Audiência Pública sobre o Programa da Dignidade Menstrual em Pelotas. O proponente, vereador Paulo Coitinho (Cidadania), recebeu no plenário legislativo autoridades e convidados ligados ao tema. Para ele, a conscientização sobre tudo que envolve a situação de adolescentes e mulheres em período menstrual merece uma atenção especial do poder público.

“Trabalhamos durante muito tempo durante este ano com esse assunto. Temos um bom projeto aprovado sobre a conscientização da menstruação e distribuição gratuita de absorventes nas escolas e demais órgãos públicos da nossa cidade, o que garantirá uma melhor qualidade de vida para estas mulheres”, disse ele. O parlamentar refere-se a Lei n°6961, publicada em 16/09/2021, que institui o Programa de Conscientização sobre a Menstruação e de Distribuição de Absorventes Higiênicos e Ecológicos; e Coletores Menstruais nas Escolas e Órgãos Públicos de Pelotas. O vice-presidente da Casa, também aprovou por Lei o Dia Municipal da Dignidade Menstrual, que será 28 de maio.

“A situação é delicada pois muitas meninas não tem conhecimento sobre o que é menstruação, como e porque acontece, além, é claro, de todo o processo de transformação que passa o seu corpo”, disse. “Unindo isso a uma situação de pobreza e vulnerabilidade, onde não se tem dinheiro pra compra de alimento, muito menos para absorventes, elas acabam por abandonar a escola por vergonha e/ou bullying. Algumas vezes a falta de higiene causa doenças mais sérias”, concluiu Coitinho.

Liziane Mattaredona, delegada titular da Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), falou sobre o dia a dia na delegacia, onde acompanha meninas, com extrema fragilidade econômica, e que muitas vezes se sentem envergonhadas e constrangidas com a situação menstrual. Salientou a falta de informação para estas adolescentes para tratar de todo o processo de transformação de menina para mulher.

“Parabéns ao vereador por abraçar esta causa. Assim será possível discutir políticas públicas para o enfrentamento ao tema”, disse a delegada.

Em seu pronunciamento, o secretário de assistência social de Pelotas, José Olavo Passos, falou sobre a importância para mais campanhas informativas sobre a menstruação e afastamento do preconceito. “Precisamos desmistificar a menstruação. O que é muito comum para a maioria, ainda aparece na sociedade cheio de rótulos para outras mulheres”, pondera Passos. “Na SAS (Secretaria de Assistência Social), existe o incentivo a coordenadoria da mulher em estimular e aprofundar o atendimento da mulher em situação de vulnerabilidade social”, finalizou ele.

Falar sobre a preocupação de professores e equipes diretivas em proporcionar um atendimento a jovens adolescentes que em período menstrual não tem condições de irem à escola foi o destaque na fala da Secretária de Educação e Desporto, Adriane Silveira. Segundo ela, a evasão nas salas de aula, destas meninas em período menstrual afeta diretamente o processo de aprendizagem.

Para a 5ª Coordenadoria Regional de Educação (CREA), Alice Szezepanski, a importância desta união de força tem como objetivo a realização de um trabalho coeso, independentemente de ser município ou estado, mas que devem trabalhar em rede para capitanearem mudanças na vida dessas meninas-mulheres.

Manoela Rodrigues, titular da Coordenadora da Mulher falou sobre o lançamento da campanha Eu Menstruo, uma parceria da Coordenadoria e Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), cujo o objetivo é levar conhecimento sobre o assunto até as escolas, além de promover campanhas nas secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social, para a arrecadação de absorventes higiênicos. “Infelizmente menstruação infelizmente ainda é um tabu”, disse ela.

Representante do Pacto Pela Paz, Dulce Lazarenta, coordenadora do Projeto Cada Jovem Conta, explicou que o projeto trabalha em rede e que, junto com as Secretarias da Saúde, Educação e Assistência Social, vem atuando no CRAS Areal. “Possuímos em torno de 7.400 famílias cadastradas, na maioria as chefes são mulheres. Muitas não têm condições financeiras de atender a demanda básica de alimentos como o arroz e o feijão, o que dirá comprar absorventes”, explica ela. A coordenadora deixou como sugestão utilizar os postos de saúde para a realização de encontros com as mulheres para tratar sobre a dignidade menstrual.

Para finalizar, o vereador sugeriu o encaminhamento de duas propostas aos presentes. Uma para a criação de um grupo entre os presentes (e aberto para quem quiser participar) com objetivo de desenvolverem políticas públicas para o enfrentamento da pobreza menstrual. A outra proposta apresentada será o envio ao Congresso Nacional e a líderes partidários de uma MOÇAO de APOIO a derrubada do veto parcial do Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ao Projeto de Lei Nacional que trata da distribuição de absorventes nas escolas.

Participaram da audiência pública os vereadores Jair Bonow (PP) e Cristiane Gomes (PSol).

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Paulo Coitinho (Cidadania)

Ações do documento

Vereadora Marisa Schwarzer pede mais coletoras em Ecoponto do Laranjal e abastecimento de água no Loteamento Cascata do Sol

Publicado em 29/11/2021.
A parlamentar tratou dos temas em reunião com diretoria do Sanep

Na manhã desta segunda-feira (29) a vereadora Marisa Schwarzer (PSB) se reuniu com a diretora-presidente do Sanep, Michele Alsina, para buscar junto à autarquia o aumento do número de containers no Ecoponto do bairro Laranjal, problema que vem causando transtornos aos moradores da região. De acordo com a vereadora, a quantidade atual de coletoras é insuficiente para atender a demanda, e relatou que tem recebido diversas reclamações da população. "Muitas vezes ao chegarem no Ecoponto e se depararem com as coletoras cheias, acabam voltando com o lixo para casa", disse. Com a falta de um local adequado para o descarte desses materiais, a parlamentar apontou que cada vez mais tem se notado o despejo de lixo de forma irregular em ruas e terrenos baldios, trazendo de volta o problema enfrentado antes da instalação do Ecoponto no bairro. "O problema se agrava ainda mais com a chegada da temporada de verão, quando o movimento no bairro se intensifica", alertou Marisa. A diretora da autarquia se comprometeu a disponibilizar mais contentores nos próximos dias, a tempo de atender o aumento da demanda.

Marisa aproveitou o encontro para pedir à Michele uma maior atenção para a região do Loteamento Cascata do Sol que atualmente não tem acesso aos serviços do Sanep. Apesar do projeto de abastecimento de água para o Loteamento existir, ainda não há previsão de sair do papel. "Enquanto o projeto não se realiza, solicitei que sejam instalados poços artesianos para dar acesso a água aos moradores da região", disse a parlamentar. A vereadora solicitou que a demanda seja estudada com urgência, pois com a chegada dos dias de forte calor do verão, a falta de água se torna um problema latente. 

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete da vereadora Marisa Schwarzer (PSB)

Ações do documento

Vereadora Marisa Schwarzer se reúne com administração do Presídio Regional para somar forças pela causa animal

Publicado em 29/11/2021.
Construção de casinhas pet com mão de obra prisional e espaço para canil dentro do presídio foram pautas do encontro

Na tarde desta sexta-feira (26) a vereadora Marisa Schwarzer (PSB) esteve reunida com o administrador do Presídio Regional de Pelotas, Carlos Henrique Peil, e com o chefe da manutenção do presídio, Luis Claudio Galiano, para tratar de assuntos relacionados à causa animal na cidade. 

O primeiro assunto abordado foi a possibilidade de implantar dentro do presídio um canil para receber animais resgatados que passaram por tratamento e estão em período de recuperação. "Uma das coisas que a causa mais precisa são espaços que possam servir como casa de passagem, pois hoje uma diária para manter um animal pode custar até R$100", apontou a vereadora. Peil destacou que atualmente, por uma questão de estrutura, atender a demanda é complicado, pois todo espaço de canil da instituição é usado para os cães policiais. Mas afirmou que juntamente com a manutenção do presídio, a proposta seria analisada e, em um futuro próximo, poderia ser feito um teste começando com a disponibilidade de duas vagas.

O segundo assunto pautado no encontro foi a retomada do projeto de construção de casinhas pet com mão de obra prisional. O programa tem por objetivo atender animais em situação de rua ou que sejam tutelados por pessoas de baixa renda. Marisa ressaltou que a falta de abrigo para animais nessas condições, costuma ser grande em Pelotas, chegando a demanda de pelo menos 3 casinhas por semana. O administrador do presídio demonstrou interesse no restabelecimento da ideia, principalmente com o apoio da parlamentar, para que o projeto saia do papel novamente da forma mais correta, alcançando as pessoas e animais que realmente necessitam dessa ajuda. Marisa se colocou à disposição para criar um cadastro de protetores de animais que sejam voluntários para fazer a entrega das casinhas e também mapear as famílias a serem contempladas pelo serviço.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete da vereadora Marisa Schwarzer (PSB)

Ações do documento

Bancada Negra do PSOL questiona a prefeitura sobre políticas públicas para a população negra

Publicado em 29/11/2021.
Parlamentares protocolaram Pedidos de Informação voltados à saúde, educação e segurança pública
Bancada Negra do PSOL questiona a prefeitura sobre políticas públicas para a população negra

Foto: Gabriel Xavier

Os parlamentares do PSOL na Câmara Municipal, Júlio Araújo e Cristiane Gomes, protocolaram nesta quinta-feira (25) cinco Pedidos de Informação para fiscalizar as ações do Executivo sobre as políticas públicas voltadas à população negra. A Bancada Negra do partido foi empossada para atuar nesta semana que marca o cinquentenário do Dia da Consciência Negra.

 A atuação se soma às ações de fiscalização do Vereador Jurandir Silva e da Vereadora Fernanda Miranda, que receberão as respostas da prefeitura e darão continuidade ao trabalho iniciado pelos suplentes. As respostas serão relevantes para o acesso à informação e embasamento para formulação de políticas públicas, denúncias e fiscalização. 

 Saúde

Dois dos Pedidos de Informação questionam a Secretaria Municipal de Saúde. O Vereador Júlio Araújo trabalha em uma coleta de dados acerca do combate à covid-19 em Pelotas, em especial o contágio da população negra. A SMS precisa explicitar um recorte racial dos índices de contágio, óbitos e vacinação de pessoas negras no Município. Segundo um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), negros e pardos brasileiros internados em hospitais tinham 1,3 vezes a 1,5 vezes mais risco de mortalidade em 2021, isto comparado aos brasileiros brancos.

 Já a Vereadora Cristiane investiga a execução da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN) na cidade. A Política Nacional é  um compromisso firmado pelo Ministério da Saúde no combate às desigualdades no Sistema Único de Saúde (SUS) e na promoção da saúde da população negra de forma integral, no qual os Municípios devem incorporar medidas. A SMS deve responder: Quais ações foram implementadas ao longo deste ano? Qual é o orçamento do plano? Quantas pessoas negras foram atendidas?

 Educação

A Vereadora Cristiane Gomes pede informações acerca da presença da História e Cultura Afro-Brasileira e Africana no currículo escolar. As leis 10.639 e 11.645 determinaram a obrigatoriedade da temática na Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Além disso, o Pedido de Informações também questiona se estas ações são tomadas ao longo do ano ou concentram-se no mês de novembro, momento que marca o Dia da Consciência Negra.

 Segurança

A fim de investigar os ramos do programa Pelotas Pacto pela Paz, o Vereador Júlio Araújo questiona a Secretaria Municipal de Segurança Pública se há algum estudo ou recorte racial no planejamento e estratégias das forças de segurança. Também são solicitados dados detalhados referentes a esse recorte desde o início do programa, datado em 2017.

 Bairros

Para abranger a comunidade distante do Centro, Cristiane protocolou um Pedido para averiguar o amparo dado pela prefeitura às associações de bairros. As associações são fundamentais na organização da população, em especial aquelas que vivem em situação de vulnerabilidade, e de requisição de políticas para atender suas demandas específicas. Por isso, a parlamentar pergunta: A prefeitura tem um cadastro das associações ativas na cidade? Se sim, quantas são? Existem projetos cadastrados? A prefeitura desenvolve algum tipo de trabalho com as associações?

Por Assessoria de Comunicação da Bancada do PSOL

Ações do documento

Vereadora Marisa Schwarzer Prestigia abertura da 8ª Quinzena do Pêssego em Pelotas

Publicado em 29/11/2021.
Evento que ocorreu no Largo do Mercado Central marca o início da Feira Municipal do Pêssego
Vereadora Marisa Schwarzer Prestigia abertura da 8ª Quinzena do Pêssego em Pelotas

Foto: Éderson Ávila

Ocorreu na manhã desta sexta-feira (26) no Largo do Mercado Central a solenidade de abertura oficial da 8ª Quinzena do Pêssego em Pelotas. Entre os convidados, estiveram presentes autoridades, entidades e instituições participativas e produtores. Como uma das representantes do Legislativo pelotense, a vereadora Marisa Schwarzer (PSB) marcou presença e frisou a importância da produção da fruta para o município. "São centenas de famílias na zona rural de Pelotas que dependem dessa produção. Eventos como esse são fundamentais para fomentar a indústria e o comércio da região", apontou a vereadora.

Hoje Pelotas detém a maior produção de pêssego para a indústria no país. A zona rural fornece a fruta para industrialização de 30 milhões de latas de compota. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel, a cultura movimenta em torno de R$ 200 milhões, gerando postos de trabalho e renda. São 605 famílias que vivem da produção de pêssego em uma área plantada de 3 mil hectares. A expectativa para esse ano é de que a produção local gire em torno de 30 mil toneladas.

A Feira Municipal do Pêssego vai até o dia 11 de dezembro e atenderá o Centro e bairros da cidade. Nos pontos de venda, além da fruta in natura, haverá itens derivados, como cuca, geleia, pessegada, suco e compota.

Confira os pontos de venda e horários de atendimento:

Centro

  • Largo do Mercado Central – de segundas-feiras a sábados, das 9 às 17h.

Bairros

  •  Sábados e domingos – Laranjal - avenida Rio Grande do Sul esquina Antônio Augusto Assumpção Júnior (praia);

  • Segundas-feiras - Três Vendas – Terra Nova;

  • Terças-feiras – Três Vendas – avenida Fernando Osório (entrada da Lindóia) e avenida Salgado Filho defronte a Havan;

  • Quartas-feiras - avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira no entroncamento com a avenida Dom Joaquim;

  • Quintas-feiras – Fragata – avenida Duque de Caxias defronte o Sicredi;

  • Sextas-feiras – Três Vendas – Terra Nova;

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete da vereadora Marisa Schwarzer (PSB)

Ações do documento

Comissão Temática da Pessoa com Deficiência debate sobre Nanismo

Publicado em 29/11/2021.
Comissão Temática da Pessoa com Deficiência debate sobre Nanismo

Foto: Gabriel Xavier

Combate ao Preconceito contra as Pessoas com Nanismo é discutido em Pelotas A Câmara Municipal de Pelotas aprovou um projeto de lei do vereador Sidnei Fagundes – Sid (PT), que institui no município a “Semana Municipal de Conscientização e Defesa dos Direitos das Pessoas com Nanismo”, a ser comemorada na quarta semana do mês de outubro anualmente. O PL também cria o “Dia Municipal de Combate ao Preconceito contra as Pessoas com Nanismo”, que será em 25 de outubro anualmente.

Nanismo é um transtorno que se caracteriza por uma deficiência no crescimento, que resulta em uma pessoa com baixa estatura, se comparada com a média da população de mesma idade e sexo. Trata-se de deficiência de natureza genética, caracterizada pelo crescimento diferenciado do esqueleto, o que confere a pessoa com deficiência desproporção entre as dimensões do tronco em relação à cabeça, e altura consideravelmente inferior à da linha média da população em geral.

O PL 9156/2021 determina que a sociedade em geral deverá se mobilizar, através de parcerias ou colaboração dos Poderes Legislativo e Executivo, entre órgãos públicos e privados, associações e entidades afins, visando a conscientização e defesa dos direitos dos que são acometidos pelo nanismo, bem como o combate ao preconceito contra as Pessoas com Nanismo, através de atividades, debates, palestras, seminários e fóruns que proporcionem a discussão, reflexão e divulgação de dados sobre o nanismo, as formas principais de seu diagnóstico, sintomas e tratamento.

“O objetivo é conscientizar, romper paradigmas da sociedade e garantir a inclusão”, disse o vereador Sid. De acordo com o autor do projeto, as pessoas com acondroplasia (a forma mais comum de nanismo) enfrentam sérios problemas. São indivíduos que se tornam adultos, desenvolvem-se, mas carregam o estigma de serem sempre vistos como personagens infantis, uma vez que os meios de comunicação têm sido grandes responsáveis por fomentar e manter vivo o estereótipo sobre essas pessoas.

Realizamos reunião pela Comissão Temática da Pessoa com Deficiência da Casa, sendo que vereador Sid é presidente, com participação de pessoas com nanismo onde discutimos a realidade e estruturar uma entidade a eles/as vinculada. Onde apresentamos o PL 9156/2021 que foi aprovado na Câmara de Vereadores, por unanimidade, que vai divulgar a busca da inclusão da Pessoa com Nanismo.

Contamos com a promulgação do Poder Executivo Municipal, através da Prefeita Paula Mascarenhas.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Sidnei Fagundes (PT)

Ações do documento

Vereadora Marisa Schwarzer tem pedidos atendidos para o Laranjal

Publicado em 26/11/2021.
Sete ruas receberam manutenção do poder Executivo após solicitação da parlamentar
Vereadora Marisa Schwarzer tem pedidos atendidos para o Laranjal

Foto: Gabriel Xavier

Nesta quarta-feira (24) após pedidos de providências encaminhados à secretaria de Serviços Urbanos e Infraestrutura (SSUI), pela vereadora Marisa Schwarzer (PSB), o Poder Executivo deu início ao patrolamento em pelo menos sete ruas do bairro Laranjal. Entre as localidades que receberam o serviço com a Patrola estão as ruas Gramado, Paulo Souza Lobo, Encantado, Esteio, Veranópolis, Viamão e avenida Senador Augusto de Assunção.

Além do serviço de manutenção das vias, a vereadora Marisa também lembrou que foram feitas trocas de lâmpadas em diversos pontos do Laranjal, além da poda de árvores e conserto do abrigo na parada de ônibus na Rua Encantado esquina com a Rua Taquari.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete da vereadora  Marisa Schwarzer (PSB)

Ações do documento

Vereador Carlos Júnior solicita reposição de médico para UBS do Fragata

Publicado em 25/11/2021.
Vereador Carlos Júnior solicita reposição de médico para UBS do Fragata

Foto: Gabriel Xavier

A dificuldade enfrentada pelos usuários da Unidade Básica de Saúde (UBS) Dom Pedro I, localizada na Rua Ulysses Batinga 749, no Fragata, decorrente da falta de médico, foi motivo de reclamação ao vereador Carlos Júnior (PSD). Diante disso o parlamentar, encaminhou à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), um pedido de reposição de um profissional para aquela unidade.

Segundo os usuários, esse problema já se estende por várias semanas, e que teria sido causado pelo afastamento do que atendia anteriormente na UBS, com a apresentação de um atestado médico, só que não houve remanejamento de nenhum outro para atender à demanda da população daquela área.

A situação preocupa o vereador Carlos Júnior (PSD), que identificou problema semelhante em outras UBSs de Pelotas, como na Cohab Fragata, que inclusive foi alvo de intervenção e negociação do parlamentar em setembro deste ano junto à Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Na ocasião, três médicos foram designados para atuarem nesse posto de saúde.

O vereador Carlos Júnior (PSD) aguarda agora posicionamento da SMS sobre a reposição do profissional em falta na UBS Dom Pedro I “vamos acompanhar e reforçar para que, pelo menos, um volte a realizar o atendimento para aquela comunidade, reconheço que existe falta de médicos na rede, mas saúde não consegue esperar, é necessário construir uma alternativa”, afirmou o parlamentar.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Carlos Júnior (PSD)

Ações do documento

Bancada Negra do PSOL participa do Roteiro Cultural Negro em Pelotas

Publicado em 25/11/2021.
Bancada Negra do PSOL participa do Roteiro Cultural Negro em Pelotas

Foto: Otávio Santos

A Bancada negra do PSOL/Pelotas, composta pelos vereadores Cristiane Gomes e Júlio Araújo, prestigiaram a atividade Roteiro Cultural Negro, na zona portuária na tarde desta quarta-feira (24). O objetivo da atividade é narrar a história local através de uma perspectiva histórica negra, relatada por profissionais especialistas na temática, como a historiadora Francisca Jesus, uma das organizadoras desse roteiro que integra as atividades do Novembro Negro na cidade, e por moradores através das suas vivências nos territórios.

"Somos caminhantes e andantes, olhando para o passado para construir um presente, descobrindo por onde nossa ancestralidade caminhou e por onde devemos andar, não estamos sós, somos muitos e seremos mais." coloca Francisca, assessora da Bancada do PSOL.

Os vereadores Cristiane Gomes e Júlio Araújo assumiram as cadeiras de Fernanda Miranda e Jurandir Silva, em solicitação feita pela setorial de negras e negros do partido, em virtude da Semana da Consciência Negra de Pelotas.

A agenda dos vereadores continua, e nesta quinta-feira (25), o Roteiro Cultural visita o Passo dos Negros, a partir das 15h.

Por Assessoria de Comunicação da Bancada do PSOL

Ações do documento

Ruas do Getúlio Vargas recebem nomes de personalidades negras de Pelotas

Publicado em 25/11/2021.

Na Semana Municipal da Consciência Negra de Pelotas o vereador Paulo Coitinho (Cidadania) encaminhou à Comissão de Habitação e Regularização Fundiária, a qual é presidente, o Projeto de Decreto Legislativo que dá nome a ruas e avenidas do loteamento Getúlio Vargas. Ao todo, 35 locais passarão a ter nomenclatura com objetivo de facilitar a localização, através de um endereço completo com CEP, número do imóvel, bairro e cidade.

“O projeto visa atender solicitação do executivo com objetivo de efetivar e regularização fundiária de 2514 lotes do bairro Getúlio Vargas, cujo os nomes foram construídos em conjunto com a comunidade local. A inexistência de endereços com CEP ainda deixa os moradores sem possibilidade de comprovar residência, seja para confecção de documentos, matrículas em escolas ou inscrição em programas assistenciais”, explica o vereador proponente.

Quatro nomes de personalidades negras do município foram sugeridos pelo Projeto Museu do Percurso Negro de Pelotas e apresentados pelo parlamentar: Ivan da Rosa Cardoso, integrante do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), escoteiro e pesquisador. Figura marcada por críticas a invisibilidade dos negros, entre outros grupos, na história do Rio Grande do Sul. Durante anos, Ivan participou de programas de rádio, palestras em escolas, festivais, rondas, cavalgadas Rio Grande adentro. Foi o peão dos 200 anos de Pelotas, acendeu e foi guardião da Chama Crioula, que marca os festejos do 20 de setembro, em várias ocasiões. Na sua partida, em 4 de julho de 2018 deixou um acervo a ser explorado – Os Recuerdos do Último Lanceiro.

Outro nome indicado por Coitinho é o de Gilberto Amaro do Nascimento, mais conhecido como Giba Giba. Nascido em Pelotas, no dia 6 de dezembro de 1940 e faleceu em Porto Alegre, em 3 de fevereiro de 2014. Foi cantor, compositor, percussionista e ativista cultural brasileiro. Além de uma carreira de mais de 40 anos, Giba Giba foi ligado diretamente aos movimentos negros sendo assessor de assuntos afro açorianos da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre. Em 1999, criou o projeto cultural Cabobu, que se desdobrou em festivais realizados em 2000 e 2001, unindo músicos brasileiros como Chico César, Naná Vasconcelos a percussionistas gaúchos como Sandro Cartier, em Pelotas. Em 1994, recebeu o Prêmio Açorianos de Melhor Disco por Outro Um. Também recebeu o Prêmio dos Palmares, pela atuação artística e cultural. Participou da premiada trilha sonora do filme Netto Perde a Sua Alma e do curta O Negrinho do Pastoreio. Foi tema de samba-enredo do carnaval de Porto Alegre e Pelotas, com a Unidos do Fragata, e representou o Brasil no Festival de La Paz. Nos últimos anos, foi conselheiro na Secretaria da Cultura do Estado para assuntos afro-brasileiros.

A homenageada Griô Sirley da Silva Amaro nasceu em Pelotas/RS em 12 de janeiro de 1936. Filha de um pai cozinheiro e folião e de uma mãe que inventava pomadas e unguentos com ervas e temperos. Começou a trabalhar como costureira profissional de Alta Costura aos 13 anos, em 1949, encerrando sua carreira profissional em 2007, aos 71 anos, no mesmo ano em que foi reconhecida como Mestra Griô pelo Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura. Também é marcante a sua ligação com o Carnaval, do qual participa desde os oito anos de idade até hoje. Integrou os clubes negros de Pelotas “Depois da Chuva” e “Chove-não-Molha”, desde 1944. “Dona” Sirley participa intensamente das atividades culturais de sua cidade e região, compartilhando seus saberes em escolas e instituições em que é convidada. Sua primeira oficina como contadora de histórias foi sobre o cabelo afro para as Meninas do Instituto de Menores de Pelotas. No ano de 2013 foi vendedora do Prêmio Culturas Populares Edição 100 anos de Mazzaropi. Ela é uma ativista cultural que sempre trabalhou na cultura popular, especificamente no Carnaval, e que, concomitantemente, era costureira de Alta Costura, trabalhando para as madames mais importantes de Pelotas. Assim, ela usa a oralidade, hoje em dia, em suas oficinas de contação de histórias, para retratar o lugar do negro na sociedade. Sirley Amaro é uma Griô porque usa dos princípios africanos para organizar suas práticas de troca de saberes, o que ela chama de Vivências Griô.

Ademar Fernandes de Ornel, também terá seu nome homenageado. Ele estudou no Conjunto Agrotécnico Visconde da Graça (CAVG), foi presidente do Grêmio Estudantil Coronel Pedro Osório e reconstrutor da União Pelotense de Estudantes Secundaristas (UPES), onde também foi presidente. Após formar-se, Ornel ingressou na UFPEL para cursar as faculdades de Direito e Agronomia, vindo a se formar no ano de 1983, com pós-graduação em Ciências Políticas. Foi diretor administrativo da CTMR, professor do Cavg, advogado e vereador de sete mandatos. Politicamente, destacou-se pela sua capacidade de articulação e pelo perfil de excelente negociador e debatedor, tanto que foi eleito pelos demais vereadores por oito vezes Presidente da Câmara Municipal de Pelotas. Ornel foi o vereador que mais atendeu ao público. Como ele mesmo dizia “Sou vereador durante as 24 horas do dia”, e, por isso, dedicava integralmente o seu tempo para auxiliar àqueles que o procuravam. Para ele o compromisso mais sagrado de um político era lutar pela sua gente e pela sua terra.

“O Brasil é um país com várias manifestações da história africana (Áfricas), que se manifestam através da dança, música, religião e culinária. Em Pelotas teremos uma localização geográfica, que será um bairro da cidade com a denominação de personalidades negras", conclui o vice-presidente da Casa .”, conclui o vice-presidente da Casa .

*Confira abaixo a relação completa:*

Avenida 01 – AVENIDA IVAN DA ROSA CARDOSO
Avenida 02 – AVENIDA SIRLEY AMARO
Avenida 03 – AVENIDA GILBERTO AMARO DO NASCIMENTO - GIBA GIBA
Avenida 04 – AVENIDA VEREADOR ADEMAR FERNANDES DE ORNEL
Avenida 05 - AVENIDA REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA
Rua 01 - RUA RUANDA
Rua 02 - RUA SUDÃO
Rua 03 - RUA SOMÁLIA
Rua 04 - RUA PRETA G
Rua 05 – RUA PROFESSORA BIANCA AIRES DA SILVA
Rua 06 - RUA GANA
Rua 07 - RUA MADAGÁSCAR
Rua 08 - RUA MAURITÂNIA
Rua 09 - RUA NIGÉRIA
Rua 10 - RUA ANGOLA
Rua 11 - RUA CAMARÕES
Rua 12 - RUA SENEGAL
Rua 13 - RUA BENIN
Rua 14 - RUA MOÇAMBIQUE
Rua 15 - RUA COSTA DO MARFIM
Rua 16 - RUA BURKINA FASSO
Rua 17 - RUA UGANDA
Rua 18 - RUA NAMÍBIA
Rua 19 - RUA LIBÉRIA
Rua 20 - RUA ZIMBÁBUE
Rua 21 - RUA TANZÂNIA
Rua 22 - RUA SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE
Rua 23 - RUA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO
Rua 24 - RUA ETÍOPIA
Rua 25 - RUA MALI
Rua 26 - RUA LESOTO
Rua 27 - RUA GABÃO
Rua 28 - RUA QUÊNIA
Rua 29 - RUA TOGO
Rua 30 - RUA NÍGER

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Paulo Coitinho (Cidadania)

Ações do documento

Vereador Jone Soares faz reunião com o Secretário de Obras e Pavimentação, para solicitar reparos nas ruas do Arco-íris e pavimentação no Dunas

Publicado em 24/11/2021.

Na tarde de ontem o vereador Jone Soares (PSDB) esteve em reunião com o Secretário de Obras e Pavimentação Giovan Pereira, para tratar de algumas demandas pendentes, que a população reivindicou ao parlamentar.

Para o Arco-íris o vereador reiterou a necessidade de requalificação de diversas ruas do bairro.

“As ruas do bairro Arco-Iris, passaram muito tempo sem nenhum tipo de manutenção. A comunidade do bairro tem reclamado muito e eu como representante da zona norte, tenho o dever de lutar muito em prol destas melhorias, já estive algumas vezes com o secretário e não vou descansar enquanto não ver o bairro melhor”, disse o vereador.

Também no bairro Arco-íris o Vereador Jone Soares lembrou o Secretário da necessidade da implantação de 2 quebra-molas, na curva da Guilherme Minssen.

De acordo com o vereador o trecho necessita urgente de um redutor de velocidade, pois há grande fluxo de veículos e os mesmos andam em alta velocidade.

Para o Dunas o legislador solicitou a pavimentação da rua 9, uma via importante e que faz parte do itinerário do transporte coletivo.

Jone Soares tenta sempre desempenhar um mandato conectado com a população dos bairros.

O titular da pasta recebeu as demandas do vereador e garantiu fazer o máximo para atender, mas ponderou as dificuldades que o município enfrenta.

“Sei bem que conseguir pavimento não é algo fácil, mas acho que temos que tentar. O não já temos, precisamos correr atrás do sim. Se vamos conseguir não sei, mas serei parceiro nesta luta”, finalizou o edil.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Jone Soares (PSDB)

Ações do documento

Vereador Carlos Júnior garante Proesporte 2021

Publicado em 24/11/2021.
Vereador Carlos Júnior garante Proesporte 2021

Foto: Gabriel Xavier

A execução do Fundo Municipal de Desenvolvimento do Esporte e Lazer de Pelotas (Proesporte) não estava assegurada pelo Poder Executivo, o que foi identificado pelo vereador Carlos Júnior (PSD), que passou a mapear a ocorrência quanto à dificuldade de tramitação.

Como Presidente da Comissão de Desporto da Câmara Municipal de Pelotas, em uma etapa inicial, o parlamentar pediu agilização por parte da Procuradoria-Geral do Município (PGM), na análise e emissão de parecer em uma proposta de edital encaminhada pela Secretaria Municipal de Educação e Desporto (SME). A solicitação foi prontamente atendida.

Após o parlamentar, acionou o gabinete da Prefeita Paula Mascarenhas, com o pedido de intervenção para que fosse mantido o Proesporte, previsto no orçamento do município do vigente ano, o que recebeu concordância da Chefe do Executivo municipal.

Na sequência Júnior contatou com a titular da SMED, Adriane Silveira, para que fosse negociado junto ao Secretário Municipal de Finanças (SMF), Jairo Dutra, o valor a ser liberado.
Na manhã de hoje (23) o vereador Carlos Júnior (PSD) foi informado pela secretária Adriane, que foi definido o valor de R$100.000,00 (cem mil reais) para o edital 2021. Edital que será publicado nos próximos dias.

Após cumprido o prazo de seleção dos projetos, o recurso estará disponível em fevereiro de 2022.

É importante salientar que essa decisão não interfere no orçamento do Proesporte 2022, estimado em R$150.000,00 (cento e cinquenta mil reais).

O parlamentar comemorou a conquista, já que esse valor confirmado de R$ 100.000,00 (cem mil reais) garantirá a execução de várias iniciativas “sei o quanto atletas e projetos têm carência de recursos, fico feliz pela acolhida da Prefeita Paula, da Secretária Adriane e do apoio do Procurador-Geral do Município, Eduardo Trindade, é um exemplo de junção de forças que vai resultar em enorme benefício para o segmento esportivo da cidade”, afirmou Carlos Júnior.
Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Carlos Júnior (PSD)

Ações do documento

Câmara deve aprovar ajuda financeira para Eterpel

Publicado em 23/11/2021.
Diretores da empresa participaram de reunião pública nesta terça-feira
Câmara deve aprovar ajuda financeira para Eterpel

Foto: Gabriel Xavier

A Câmara de Vereadores deve aprovar ainda este mês o repasse de R$ 376 mil para pagamento das folhas salariais de novembro, dezembro e do décimo terceiro salário dos funcionários da Empresa do Terminal Rodoviário de Pelotas (Eterpel). O pedido para liberação de uma segunda complementação de renda este ano acendeu o debate sobre a viabilidade de manutenção da Estação Rodoviária, como empresa pública, e evidenciou a contrariedade dos vereadores em direcionar recursos, que poderiam ser usados em áreas consideradas prioritárias, para pagar as despesas da empresa.

Para esclarecer dúvidas e apresentar números e relatórios o diretor presidente, Cláudio Montanelli e o diretor financeiro Jorge Vasquez compareceram a uma reunião pública convocada pela Câmara. Durante três horas ambos responderam perguntas sobre arrecadação, despesas, folha de pagamento, contratos com empresas terceirizadas e alternativas para a crise.

                Conforme Montanelli a origem da crise financeira da empresa está ligada a queda brusca da arrecadação com a venda de passagens que caiu 53% desde abril de 2020, quando passaram a vigorar as primeiras regras de distanciamento social por causa da pandemia. “Entre março e abril se passou de 89 mil passagens vendidas para 20 mil por mês. Foi uma queda muito brusca e ainda hoje a recuperação tem oscilado entre 3% e 4%, mas é instável, ou seja, ainda estamos em situação extremamente delicada”, afirma.

Ainda de acordo com Montanelli, os 8% recebidos sobre o valor de cada passagem vendida ainda formam a maior parte da arrecadação da rodoviária, que como outras fontes de renda tem os rendimentos 15% dos valores apurados com o despacho de encomendas, alugueis das lojas e lancherias e o estacionamento pago.

De acordo com Vasquez desde o início da crise a Eterpel adotou uma série de medidas de economia que representaram uma redução de R$ 694,5 mil das despesas anuais, mas devido o contexto econômico isso não impede a manutenção da empresa no vermelho. Relatórios apresentados pelos gestores apontam para um prejuízo acumulado de R$ 2,49 milhões desde o início da pandemia, sendo R$ 1,63 milhão no ano passado e outros R$ 864 mil até outubro deste ano.

As contas dos diretores é de que o novo repasse somado aos pequenos aumentos na venda de passagens possa garantir as finanças em ordem até setembro de 2022. Enquanto isso a direção negocia com o governo estadual a suspensão temporária ou permanente das taxas e percentuais cobrados pelo DAER, que somente sobre os bilhetes chega a 3%.

POSIÇÕES – Durante a reunião os vereadores não esconderam seu descontentamento em ter de votar um novo aporte financeiro para a Eterpel, especialmente em uma época na qual áreas como saúde e educação necessitam de investimentos. Parte das críticas foi direcionado aos salários pagos ao primeiro escalão da empresa que variam entre R$ 8 e R$ 9,5 mil.

“Diante desta realidade financeira é preciso rever alguns salários, porque não é possível que a maioria ganhe R$ 1,7 mil e outros R$ 9 mil”, afirmou o vereador Michel Promove (PP).

Além da redução de salários os vereadores indicaram a necessidade de outras alternativas para aumentar a receita da rodoviária e a mais viável, segundo alguns vereadores seria proibir que as empresas de transporte intermunicipal pegassem passageiros fora do Terminal Rodoviário.

“Temos autonomia para dizer não se pode pegar ônibus fora do terminal rodoviário, pois hoje estamos aqui tirando dinheiro da saúde e da educação para subsidiar a rodoviária, então temos de pedir para a prefeita determinar isso como forma de aumentar a receita da Eterpel, ainda mais que muitas das empresas de transporte intermunicipal e interestadual receberam subsídios para se manter na pandemia e ao pegar os passageiros fora da rodoviária estão pegando o valor integral da passagem”, afirma o líder do governo, vereador Marcos Ferreira, Marcola (PTB).

A ideia deve voltar a ser debatida entre os vereadores ao longo das semanas. Enquanto isso o projeto que solicita o repasse de recursos deve ser votado e aprovado, como forma de manter os salários dos funcionários. “Por aqueles que ganham menos eu vou votar a favor e defendo que os demais façam o mesmo”, declarou Michel Promove.

Participaram da reunião os vereadores Cristiano Silva (PSDB), Jone Soares (PSDB), Michel Promove (PP), Jair Bonow (PP), Marcos Ferreira, Marcola (PTB), Miriam Marroni (PT), Sidnei Fagundes, Sid (PT), Júlio Araújo (PSOL), Cristiane Gomes (PSOL), César Brisolara, Cesinha (PSB) e Paulo Coitinho (Cidadania).

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Pelotas

Ações do documento

Em dia histórico vereador Júlio Araújo/PSOL sobe a tribuna e soma na maior bancada negra da história da Câmara Municipal de Pel

Publicado em 23/11/2021.
Em dia histórico vereador Júlio Araújo/PSOL sobe a tribuna e soma na maior bancada negra da história da Câmara Municipal de Pel

Foto: Gabriel Xavier

Na manhã de hoje (23) o vereador Júlio Araújo/PSOL tomou posse, através de solicitação da setorial de negras e negros do partido, em virtude do cinquentenário do Dia da Consciência Negra, na semana da Consciência Negra, somando na marcação histórica da maior bancada de negra da cidade de Pelotas, que conta esta semana com 6 vereadores.

Em sua primeira fala na tribuna, como vereador, trouxe a urgente necessidade de que haja diversidade de representatividade em todos os espaços para que tenhamos uma construção de um projeto de sociedade que seja inclusiva para todas as camadas da população, assim como falou sobre a importância de potencializar ainda mais a discussão racial na casa do povo, local onde não há de fato a representação da comunidade pelotense em sua proporcionalidade.

"Discutir a condição da população negra na cidade significa discutir qual o modelo de cidade que queremos e como esse modelo pode estar a serviço da população" disse Júlio Araújo, que pontuou sobre o racismo estrutural e o modelo político adotado pela gestão, que privilegia políticas públicas em espaços que excluem a população negra, em consonância com a precarização das políticas de investimento nas periferias, transporte público, saúde e educação pública, espaços onde são acessados em sua maioria por pessoas pretas, pardas, pobres e periféricas.

Durante toda semana a bancada negra do PSOL, que também somou com a posse da vereadora Cristiane Gomes, em decorrência do mesmo evento, seguirá discutindo políticas de inclusão da população negra, o processo histórico de expurgo dessa população nos espaços de poder e decisão, assim como sua exclusão nas formulações de acessos aos serviços públicos, além do racismo estrutural e demais temáticas programáticos do partido.

Por Assessoria de Comunicação da Bancada do PSOL

Ações do documento

Suplentes negros assumem Bancada do PSOL

Publicado em 22/11/2021.
Licença de parlamentares titulares se dá em alusão aos 50 anos do Dia da Consciência Negra

Pela primeira vez na história do PSOL na Câmara Municipal, dois parlamentares negros vão assumir a Bancada do partido: os suplentes Júlio Araújo e Cristiane Gomes. A licença do Vereador Jurandir Silva e da Vereadora Fernanda Miranda se dá em alusão aos 50 anos do Dia da Consciência Negra.

 A decisão foi tomada junto da Setorial de Negras e Negros do PSOL, um ramo interno do partido em Pelotas. “Durante este período, ambos estarão colocando em prática toda a construção que vem sendo feita em conjunto com a comunidade em que atuam. Esse é um marco histórico de trabalho coletivo de construção e atuação política nas pautas do povo negro Pelotense”, divulgou a Setorial.

Júlio Araújo assume o mandato do Vereador Jurandir Silva (PSOL). Araújo é Servidor Público no Hospital Escola da UFPel, Estudante de Direito (UFPel) e militante antirracista do PSOL.

 “Neste 2021, em que celebramos 50 anos do Dia da Consciência Negra, ter espaço no Legislativo pelotense é um orgulho e um desafio enorme. Ainda mais em um período onde a pauta da negritude ocupa tanto espaço na mídia e na agenda de políticas públicas. Esperamos contribuir para a construção dessa agenda juntamente com os parlamentares negros que já ocupam o Legislativo, uma esfera tão importante em Pelotas, uma cidade que carece de políticas concretas na área”, apontou Araújo.

 Cristiane Gomes assume o mandato da Vereadora Fernanda Miranda (PSOL). Além de música, Cristiane trabalhou por 17 anos como auxiliar de educação infantil na cidade e é membro do Museu Afro Brasil Sul da UFPel.

 “Ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores significa representar as mulheres,  a etnia negra, as comunidades, a religiosidade, os professores e professoras, os artistas, os grandes grupos que necessitam de voz nos espaços de poder. Além do PSOL e todos aqueles que confiaram seu voto e abriram as portas do Legislativo para que eu pudesse ser uma dessas representações”, disse Gomes.

 A cerimônia de posse dos vereadores ocorre na sessão ordinária desta terça-feira (23) e os dois seguem atuando na Câmara Municipal até a sexta-feira (26).

Por Assessoria de Comunicação da Bancada do PSOL

Ações do documento

Marcola visita oleiros para discutir problemas da Sanga Funda

Publicado em 22/11/2021.
Vereador se reuniu com representantes do setor nesta segunda-feira (22)

Na manhã desta segunda-feira (22) o vereador Marcos Ferreira, Marcola (PTB) esteve na Sanga Funda onde se reuniu com representantes das olarias como a presidente da Associação dos Ceramistas de Pelotas, Olga Regina Azevedo para discutir o processo de licenciamento da nova área de extração e os problemas do bairro.

As negociações para a liberação de nova área estão em andamento desde o 2019 e Marcola tem atuado como representante dos oleiros junto à prefeitura.

“Há oito anos temos um firme compromisso com a Sanga Funda e iremos continuar trabalhando para conseguir soluções para os problemas da comunidade e lembrando sempre da importância das olarias para a geração de emprego e renda”, afirma Marcola.

Além das questões relativas as olarias também foram tratados temas como a iluminação pública, limpeza e manutenção de ruas e vias do bairro.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Marcos Ferreira, Marcola (PTB)

Ações do documento

Vereador Carlos Júnior encaminha pautas em benefício da cultura e do esporte de Pelotas

Publicado em 22/11/2021.

Na última sexta-feira (19) o parlamentar esteve reunido com a Secretária Municipal da Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGCMU), Carmem Vera Roig. O encontro serviu para encaminhar duas demandas, uma do Grupo Tholl e outra da Associação Garotos da Lagoa.

O vereador Carlos Júnior (PSD) solicitou que a pasta realize um estudo de viabilidade de área, para apontar se é possível atender o projeto de edificação de uma sede para a Garotos da Lagoa, junto da Praça Aratiba, no Balneário dos Prazeres.

Conforme o coordenador da associação, a unidade servirá para a ampliação das ações sociais e culturais da entidade como a realização de cursos profissionalizantes para alunos, pais e responsáveis, e de assistência social para famílias em situação de vulnerabilidade do Barro Duro e Colônia Z-3. Atualmente são mais de 400 participantes do projeto, entre meninos e meninas, mas existe espera de novas vagas, o que depende da ampliação da estrutura.

A solicitação do Tholl é semelhante. Existe uma dificuldade histórica para o grupo, a falta de um local próprio. Por isso, existe a meta é de construção de um centro de treinamento junto com a estrutura de apresentação em formato de um anfiteatro, com palco adequado para os espetáculos da trupe e plateia estimada de 400 pessoas. O novo espaço possibilitará a habilitação em vários projetos, e a acomodação de artistas de fora da cidade, que procuram formação e oportunidade para compor o elenco do Grupo Tholl.

É também uma forma de superar a adversidade momentânea, muitos artistas, a maioria de Pelotas, depois de preparados se transferem para outras praças como é o caso da Serra Gaúcha. A disputa é desigual visto que a inexistência do centro de treinamento e de apresentações, impede o aumento da captação de recursos, e com isso o patamar de cachês entre a nossa região e outras, torna-se extremamente distante, segundo o relato do diretor do Grupo Tholl, João Bachilli.

A titular da SGCMU se mostrou sensível aos encaminhamentos e assumiu compromisso de mapear e repassar as informações ao vereador com a máxima brevidade possível.

Carlos Júnior entende ser duas propostas importantes para a cidade “ Garotos da Lagoa é sinônimo de inclusão social por meio do esporte, formação cidadã, o Tholl é arte, cultura, projeta nacionalmente nossa cidade, é oportunidade para consolidação de artistas e revelações, esse é o olhar que pretendo para meu mandato, esporte, social e cultura”, afirmou o vereador.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Calor Júnior (PSD)

Ações do documento

Pavimentação da estrada da Z-3

Publicado em 19/11/2021.

A obra que dá início a pavimentação da chamada estrada da Z3, partindo da Z3 em direção ao Balneário dos prazeres, garantida por emenda parlamentar do deputado Marcon (@deputadomarcon) estava paralisada.

Encaminhamos pedido de Informações à prefeitura para saber o por que dá paralisação.

Segundo a prefeitura, atraso no repasse do governo federal, problemas com a construtora e o período de chuva travaram a obra por cerca de 90 dias.

Segundo a prefeitura as obras retornaram e devem seguir seu andamento normal.

Por Assessoria de Comunicação do Gabinete do vereador Sidnei Fagundes, Sid (PT)

Ações do documento

Pelotas 13 Horas: 43 anos de debates no ar

Publicado em 18/11/2021.
Câmara prestou homenagem ao programa entregando placa celebrando a data
Pelotas 13 Horas: 43 anos de debates no ar

Foto: Éderson Ávila

Por iniciativa do presidente Cristiano Silva (PSDB), a Câmara de Vereadores de Pelotas prestou nesta quinta-feira uma homenagem especial ao programa Pelotas 13 Horas que completa 43 anos no ar. Para materializar a distinção, uma placa alusiva a data foi entregue ao coordenador do programa, jornalista Clayton Rocha.

“Esta é uma homenagem mais do que justa, pois o Clayton faz parte de Pelotas, eu brinco que ele já é um patrimônio da cidade. Com esta placa a Câmara de Vereadores homenageia tanto o Clayton como todos que fazem ou fizeram parte desta mesa que há 43 anos tem levado o debate político de algo nível para a nossa comunidade”, afirma Silva.

Ao longo do programa desta quinta-feira, que teve como ponto alto uma entrevista exclusiva com o governador Eduardo Leite (PSDB) – que no final de semana disputa com o governador de São Paulo, João Dória a indicação de seu partido para concorrer à Presidência da República - Clayton Rocha lembrou passagens dos 43 anos de história da atração, curiosidades e histórias sobre seus primeiros tempos e grandes momentos, como as transmissões internacionais.

“Às vezes as pessoas me dizem: ‘Não é uma barbada fazer o 13?’, na hora da descontração, sim é uma barbada, mas todo o dia não é fácil. Nem todo o dia se conseguem assuntos de alto impacto ou nem sempre as pessoas estão motivadas a debater e trocar ideias, isso faz com que o dia a dia seja pesado e muito cansativo, mas vivemos este dia a dia a 43 anos com muito prazer”, declara.

O jornalista destaca, ainda, a homenagem recebida do Legislativo. “Fico muito comovido com esta belíssima placa que ficará sobre a mesa simbolizando este 43 anos do 13 Horas”, diz.

Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Pelotas

Ações do documento

Facebook  Twitter  Youtube  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.  Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

TV Câmara

Atendimento ao Cidadão

Esta imagem é referenciada nos conteúdos do portal.

Leis e Processo Legislativo

LICITACOMCIDADAO